Header Ads

[Resenha] Mais Lindo Que a Lua || Julia Quinn



272 páginas || Irmãs Lyndon #1 || Julia Quinn || Ano 2018 || Editora Arqueiro



Mais Lindo que a Lua é o primeiro livro das Irmãs Lyndon da autora Julia Quinn. Confesso que ler os livros dessa autora é sempre uma surpresa. Afinal, nunca sei o que esperar. Alguns eu gosto muito e outros eu fico com a sensação de que falta algo. 

E, foi exatamente o que aconteceu, senti que faltou algo. 

Neste livro conhecemos a história de Victoria Lyndon e Robert Kemble, uma moça pobre e um conde. 

O amor entre eles é a primeira vista. Literalmente a primeira vista. Sim, isso me incomodou bastante. Na verdade, digamos que não me convenceu. Victoria e Robert fazem de tudo para ficarem juntos, porém são separados pelos pais.

“Eu sei. Sei que te vi pela primeira vez há apenas dez minutos, mas em meu coração pareço conhecê-la minha vida inteira.”

Sete anos se passam e eles se reencontram em um evento social onde Victoria está trabalhando. Eles então percebem que o sentimento que sentiam um pelo outro ainda está vivo dentro deles, mas ainda existe muita mágoa devido às decepções do passado.

O que mais gostei durante a leitura foi vê-la fugindo desse sentimento e ele em busca de vingança por todo o sofrimento. Lógico que ambos falham miseravelmente. 



Uma segunda chance seria o suficiente para apagar todas as mágoas e enfim serem felizes para sempre?

“– Você me deu a lua, Robert. Não, fez mais do que isso. Você me pegou e me levou até ela. – Após uma longa pausa, continuou: - E então eu caí. E doeu demais quando aterrissei. Não quero isso de novo.”

Acho que foi a primeira vez que não me apaixono pelo mocinho em um livro de romance. Em inúmeros momentos achei o Robert muito possessivo e controlador. 

Victoria me irritou por não mostrar motivos plausíveis quando Robert deixa claro que ambos foram enganados por terceiros, e que a partir daquele momento, eles tinham uma nova chance. 

Conheço muitas pessoas que realmente gostaram da leitura, mas infelizmente para mim não foi dessa vez. Digamos que não é um dos melhores da autora, mas também não é o pior. 

Recomendo para aqueles que já conhecem e gostam da escrita da Julia Quinn e para aqueles que querem um romance leve sem esperar muita reviravolta. 

Sobre a Edição do livro eu não tenho o que questionar, mais uma vez a Editora Arqueiro se superou.


Garanta já o seu: 




Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.