Header Ads

[Resenha] Amor sem medidas (Desejo Proibido # 3) || Sophie Jackson



288 Páginas || Desejo proibido #3 || Sophie Jackson || Ano 2017 || Editora Arqueiro || Skoob
Resenha por Débora Favoreto


Amor sem medidas é o terceiro livro da série Desejo Proibido da autora Sophie Jackson, onde conhecemos a história de Riley; um homem que me intrigou desde o livro anterior.

Lexie e Riley são amigos desde a infância. A amizade entre eles sempre foi doce e percebemos o amadurecimento do casal durante toda a leitura. Riley sempre amou Lexie, mas os obstáculos que os separaram tornaram demais para superar. 

"Ela era a coisa mais legal do mundo.Cresceram juntos, brigaram, fizeram as pazes e trocaram o primeiro beijo quando tinham 14 anos,bem na época que ele percebeu que gostava dela de um jeito que o fazia se sentir meio estranho. "

Riley é um homem cheio de caráter e personalidade, mas que nunca perdeu aquele seu jeito menino de ser. Ele se distanciou de sua família, pois se sentia indigno de seu amor, devido à decepção que causou ao seu pai. 

“ Tinha rompido todos aqueles laços e sabia como seria difícil reconstruí-los. Muita coisa havia sido feitas ,e muitas palavras foram ditas. Ele tinha aprontado demais, feito péssimas escolhas e magoado aqueles que mais amava.”

Após receber um telefone urgente, ele é obrigado a voltar para sua cidade natal para ver o seu pai doente, e é lá que ele reencontra Lexie e ambos percebem que seus sentimentos nunca desapareceram. 

"Lexie adorava tudo nele. O coração da garota batia forte, como se soubesse que a sua outra metade estava ali tão perto, mas ao mesmo tempo, tão distante."

Lexie é uma mulher mais fechada, desde a perda do pai. Ela é incapaz de controlar suas emoções devido à intensa depressão que tem. Lexie é uma personagem intensa e com muitas marcas, mas a mesma me decepcionou em alguns momentos.


Durante a leitura, o passado do casal vem à tona nos fornecendo informações sobre o relacionamento e os acontecimentos que os levaram onde estão.

"- Amo você. Você é o mundo inteirinho para mim."

Lexie tinha o dom de distanciar as pessoas que estavam tentando ajudá-la. Com o tempo, ela consegue transformar sua vida, e inspira mostrando todo o caminho.

Eu adorei conhecer o casal, adoro livros de segunda chance e quando o casal me conquista eu literalmente devoro a leitura, e claro, isso aconteceu enquanto eu lia Amor sem medidas

"Claro que o sentimento era mútuo. Caramba! Ele nunca desejou uma mulher mais do que ela. Lexie tinha estabelecido um padrão elevado demais, e ninguém tinha chegado nem perto disso."

Como sou amante de histórias narradas em primeira pessoa, sofri um pouco porque Amor sem medidas é inteiro narrado em terceira pessoa, onde o ponto de vista do Riley é o mais contado durante a história. 

O livro Amor sem medidas é aquele tipo de clichê que a gente respeita. Um livro que fala sobre família, redenção, perda, amor e perdão.


Garanta já o seu: http://amzn.to/2gVVQLY



CAPA E SINOPSE:

Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos.
Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos. Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços.
Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?

Erótico / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.