Header Ads

[Resenha] Como Agarrar Uma Herdeira (Agentes da Coroa #1) || Julia Quinn

304 páginas || Agentes da Coroa #1 || Julia Quinn || Ano 2017 || Editora Arqueiro 
Resenha por Débora Favoreto

Como agarrar uma herdeira é o primeiro livro da série agentes da coroa, de Julia Quinn

Caroline foi obrigada a aprender a se virar sozinha desde cedo. Sua personalidade forte era sua única defesa, devido ao fato de só ter tutores insuportáveis desde a morte do pai, quando ela tinha apenas 10 anos. 

Logo, Caroline se viu morando com Oliver e o filho dele. Seu atual tutor, não se importava com nada além de dinheiro. Com isso, ele anunciou que o seu filho Percy e Caroline se casariam o mais rápido possível. Os dois odiaram a ideia, mas Oliver não se importava, ele só queria o dinheiro.

“Caroline teria ficado feliz em compartilhar sua fortuna – até mesmo em doá-la – se houvesse encontrado um lar com uma família que a amasse, que importasse com ela. Alguém que visse nela algo além de um burro de carga com uma conta bancária.”

Eles tinham que se casar antes dela completa 21 anos e ter acesso a sua herança, mas isso aconteceria dentro de algumas semanas, então Oliver tinha um plano e fez Percy colocar em ação. Ele iria comprometer Caroline e ela seria obrigada a se casar com ele. Percy só não esperava que ela estivesse armada e que a usaria contra ele.

“Por que diabo você trouxe um revólver?
- Eu sempre carrego um revólver - rebateu ela. - Faço isso desde... ora, não importa.
- Eu não teria ido até o fim - resmungou Percy.
- Como eu iria saber?
- Ora, sabe que nunca gostei de você.”

Após o desastre, ela foge, com a ajuda de Percy, que prefere encarar a fúria do pai ao ter que se casar com Caroline, mas o destino lhe reservou outro caminho.

“Eu o verei em seis semanas... quando vier tomar posse da minha herança.
- E devolverá o meu dinheiro – lembrou ele.
- E devolverei o seu dinheiro. Com juros – acrescentou ela antes de Percy o fizesse.”

Blake, e o departamento de Guerra onde trabalhava estavam atrás de Oliver havia alguns meses. Oliver Prewitt contrabandeava mercadorias e recentemente, transportavam mensagens diplomáticas. Então, ele resolve sequestrar a mulher que ajudava Oliver com todo esse contrabando. Blake jamais imaginou que havia sequestrado a mulher errada, na verdade ele sequestrou a tutelada de Oliver, a Srta Caroline.

“- O governo britânico sabe tudo a seu respeito e sobre suas conspirações traiçoeiras, Srta. Carlotta de Leon. Acredito que vá acabar descobrindo que não vemos espiãs espanholas com bons olhos.”

Mas, como o humor é um dos pontos chave do livro, Caroline teve certeza que ser levada por Blake era a melhor coisa do mundo. Ela não teria conseguido de modo mais eficaz. E, ele a levou para a sua casa. Caroline queria permanecer naquela casa confortável, o máximo de tempo possível, melhor ainda se conseguisse ficar por seis semanas, mas para isso, ela teria que fingir ser a mulher que Blake achava que teria sequestrado.


Mesmo acreditando que a mulher que estava presa em sua casa fosse uma traidora, ele se sentia atraído demais por ela. Caroline é uma mulher alegre, otimista e tão inocente que foi impossível resistir. 

"Mas houvera a faísca de algo diferente e novo, algo empolgante e perigoso, algo lindo e selvagem."

Assim que Blake e seu melhor amigo descobrem que Caroline não é Carlotta e, ficam sabendo de toda a verdade sobre o motivo pelo qual ela estava fugindo, eles decidem que precisam mantê-la em segurança até ela estar livre da tutela de Oliver

“É o mínimo que podemos fazer depois de você sequestra-la e amarrá-la à coluna da cama. Amarrou-a à coluna da cama, hein? Eu gostaria de ter visto isso. ”

E, é durante todas essas semanas que tanto Blake quanto Caroline não resistem a atração intensa que há entre eles. Mas seria Blake forte o suficiente para esquecer os monstros do passado? Seria Caroline forte o suficiente para aguentar o rancor e a mágoa que transformou esse homem no que ele é hoje? 

"Os lábios dele encontraram os dela e ele a devorou com todo o medo e desejo que sentira a noite toda. Caroline tinha o sabor dos sonhos de Blake, e a sensação do seu corpo contra o dele era como estar no paraíso.
E Blake soube que estava perdido."

O livro tem muito diálogo e muito humor. Eu me diverti demais com os personagens.
Em inúmeros momentos eles eram tão infantis e cabeça dura, mas ao mesmo tempo tão adultos, machucados e responsáveis. 

"Blake era uma alma ferida, muito mais do que ela mesma."

Julia Quinn continua nos apresentando um romance de época completamente leve, mas sua escrita flui de uma forma tão gostosa que é impossível parar de ler. Eu mais do que recomendo para todos os apaixonados por esse tipo de leitura. 

"Nunca poderia tê-la, nunca poderia amá-la de todos os modos como ela merecia ser amada, mas era egoísta demais para deixá-la ir. Só por aquele instanate, ele poderia - e iria- fingir que pertencia a Caroline, e que ela pertencia a ele, e que o coração dele estava inteiro."

GARANTA JÁ O SEU:

  


CAPA E SINOPSE: 


Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.