Header Ads

Maurício - A História Que Não Está No Gibi || Maurício de Sousa




336 páginas || Mauricio de Sousa || Ano 2017  || Skoob
Resenha por Débora Favoreto


Maurício de Sousa é tudo aquilo e mais um pouco do que sempre imaginei.

Conhecer toda a trajetória do autor me fez ficar ainda mais encantada por tudo que sempre admirei.
Eu sempre digo que aprendi a ler com o Maurício de Sousa, minha mãe sempre comprava gibi e eu me encantava com cada história.

Então, assim que a Editora lançou essa biografia eu senti a necessidade de ter a mesma em minha estante. Eu ainda não consegui realizar o meu sonho de conhecer esse homem fantástico, mas se Deus quiser, um dia realizarei.

O livro parece mais um bate papo entre amigos, parecia que estávamos sentados tomando um café e conversando. Eu conseguia ver sua expressão enquanto falava, e na maioria das vezes eu sorria com a cena.

Durante a leitura conhecemos um pouco da sua infância, adolescência, primeiros empregos e o primeiro contato como desenhista.


Sabe aquele homem que você conhece a sua vida inteira e tem a sensação que não existe mais possibilidade dele te surpreender? Mas ele te mostra o quanto ainda é surpreendente? Maurício de Sousa é exatamente assim.

Sua escrita é doce, familiar e única, como tudo que ele faz.

É maravilhoso saber como tudo começou. E, é ainda mais maravilhoso ver o quanto um homem tão rico em conhecimento e experiência continua sendo um homem tão humilde e um pai tão exemplar.

Preciso mencionar o quanto a Editora caprichou na edição, deixando tudo ainda mais perfeito.


Maurício de Sousa finaliza sua biografia com um capítulo de deixar o coração transbordando de amor.




“Tudo que está na minha biografia é verdade, aconteceu mesmo, ou eu acho que aconteceu.” – Mauricio de Sousa.
“Ideias mudam o mundo – poucos chavões são tão verdadeiros e inspiradores. Não mudei o mundo nenhuma vez. Mas, à minha maneira, acho que o melhorei um pouquinho ao gerar bons momentos, diversão e entretenimento para milhões de brasileirinhos. Raros são os autores, no Brasil e no exterior, que podem dizer que foram lidos com o mesmo prazer por avós, filhos e netos. Ou que carregam na bagagem a honra e o privilégio de saber que suas criações, com gibis ou livrinhos agindo como cartilhas informais, ensinaram pelo menos três ou quatro gerações a ler – disparado, meu maior orgulho. Em última instância, sou um sobrevivente, um homem que começou do nada, realizou seu sonho e não quer desistir dele de jeito nenhum. Enquanto eu estiver por aqui, saiba que foi você quem sempre alimentou meus sonhos. Depois que eu partir, não se esqueça de que ideias, e também sonhos improváveis, é que movem o mundo. De um jeito ou de outro, sempre estarei com vocês.” Mauricio 



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.