Header Ads

[Resenha] Três coroas negras || Kendare Blake


304 páginas || Três coroas negras #1 || Kendare Blake || Ano 2017 || Editora Globo Alt
Resenha por Débora Favoreto

Confesso que comecei a leitura sem antes ler a sinopse ou procurar qualquer informação sobre o mesmo nas redes sociais. Eu literalmente fui com tudo e, talvez, o motivo de não ter me apaixonado tanto pela história como supus tenha sido justamente esse: ter ido com "muita sede ao pote".

Em três coroas negras, conhecemos a história de três rainhas (trigêmeas) que são separadas assim que completam seis anos de idade, e são criadas por três partidos diferentes.

Katherine foi criada pelos envenenadores, Arsinoe pelos naturalistas e Mirabella pelos elementais.

Os envenenadores produzem, consomem e têm resistência aos venenos. Os naturalistas têm total controle sobre a flora, e os Elementais têm controle dos elementos da natureza.

O livro tem início com as irmãs completando dezesseis anos. Nesse momento, elas são obrigadas a apresentar suas dádivas para o povo saber qual delas irá governar a ilha. Porém, até o momento, somente Mirabela, consegue despertar sua "dádiva".

"Toda dádiva é luz e treva."

Contudo, chegou a hora delas lutarem entre elas, para saber quem irá governar. Porém, essa luta só termina quando houver uma sobrevivente. Sim, a rainha que irá governar a ilha é a que conseguir matar as outras duas irmãs.

O livro é repleto de intrigas políticas, devido ao fato de cada partido querer ficar no poder e esse foi um dos motivos que me fez acreditar que o livro seria mesmo uma obra grandiosa; mas, infelizmente, não foi bem assim...

A trama estava um pouco confusa no começo e em vários momentos a leitura se arrastou, mas próximo do final ele me fisgou. O que eu mais gostei na história foi o fato das mulheres serem personagens fortes, isso sempre é um ponto positivo para qualquer livro, em minha opinião.

Eu não consegui torcer por uma única rainha, eu gostei de todas e estou muito angustiada sabendo que uma terá que matar as outras duas para se tornar a escolhida. Porém, com a reviravolta no final desse livro, eu não tenho ideia do que podemos esperar com a continuação.

O livro é cheio de intrigas, amizades, política e mistérios. O final é surpreendente e eu fiquei quebrando a cabeça imaginando como será o próximo. Então espero que o segundo livro me deixe tão grudada na história quanto o fim desse primeiro conseguiu deixar. 

Se não me engano, ele será lançado em setembro no exterior, e já estou na torcida para que a Editora Globo Alt traga para o Brasil o quanto antes porque dormir com a dúvida de qual das três irmãs será a rainha escolhida , está me matando de curiosidade (rs!) .

"- É muito cruel forçar uma rainha a matar aquelas que ela ama. Suas próprias irmãs. E ver que elas surgem à porta como lobos em busca de sua cabeça."


GARANTA JÁ O SEU:


CAPA E SINOPSE:


Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.

Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.

Fantasia / Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira

Um comentário:

  1. Oi, Débora!

    Quero muito ler esse livro! Amo leituras que possuem intrigas e fico feliz que a leitura tenha te prendido no final, apesar de ter se arrastado no início.

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.