Header Ads

[Resenha] Prelúdio do Cinismo (Série Mosaico #1) || Sue Hecker

103 páginas || Série Mosaico #1 || Sue Hecker || Ano 2016 || Editora HarperCollins Brasil
Resenha por Débora Favoreto


Prelúdio do Cinismo é o primeiro livro que leio da autora Sue Hecker e confesso que estou completamente apaixonada por sua escrita.

Esse livro conta a história do Caio, então é bom você ler antes do livro “O lado bom de ser traída”, assim irá conhecer melhor esse pecado de homem. O livro é todo narrado por ele e pela Bárbara.

“Uma rainha num evento social e uma devassa na cama. ”

Bárbara é uma mulher trabalhadora, decidida e respeitável. Mesmo com uma família rica, ela sempre fez questão de correr atrás de suas conquistas. Ela e mais alguns amigos, são sócios de um escritório de contabilidade muito conceituado.

“- Como eu já disse, posso ser difícil de ser convencida.
- E eu sou um adversário à altura. Me confesse uma coisa: é assim que você encanta todos os homens? ”

Caio começou a trabalhar desde muito cedo, ele não teve opção, seu pai faleceu quando ele ainda era muito novo, deixando toda a responsabilidade para ele.

“Primogênito, com três irmãs bem mais novas, fui recrutado por ele para ser seu sucessor desde pequeno. Seu lema era: Tempo é dinheiro. Se não pode esperar para ter algo rápido, pague e não perca tempo. ”

Caio é bem-sucedido e estava acostumado a ditar suas próprias regras, devido sua posição de CEO. Por isso, ele não estava preparado para ser subordinado a uma paixão tão intensa como ele jamais experimentou. Ele tinha o que queria e quando ele queria, até Bárbara aparecer.

“Mulher gosta de dinheiro e, vamos combinar, isso não me falta. Então, conquistar uma bela presa em uma noite era uma tarefa simples para esse predador. ”

Sim, Caio é arrogante e muito egocêntrico. Ele é o sedutor mais presunçoso que eu já conheci.

Após se conhecerem, rola toda aquela atração quente, mas Bárbara é uma mulher forte e resiste a todo o seu charme por um bom tempo, fazendo todo aquele jogo de sedução. Contudo, conforme ela vai conhecendo o homem que o Caio é, tirando a parte do cafajeste, ela se entrega de corpo e alma. Eles ficam juntos, começam a namorar e depois ficam noivos.

“Desfruto de cada toque, da sua pegada forte, como se ele me reivindicasse como sua. Como se eu fosse um bem precioso. Isso me motiva a retribuir a exploração lasciva, mostrando que posso ser uma joia bruta em suas mãos, mas sou eu que irei lapidá-lo...”

Sua vida estava feliz, sua empresa cada vez maior, tudo ao seu redor estava perfeitamente bem, até vim a traição...

Eu odeio livros de homens que traem, na verdade eu odeio traição no geral. Mas ao mesmo tempo, com todo esse jeito idiota que me deixou explodindo de raiva, eu consegui ver que ele realmente gosta da Bárbara, porém como eu disse, ele é um idiota.

“Juntos, brincamos com a música e ali eu vi que estava em perigo. Que aquela mulher não mandava recado. Ela chegava e tomava. ”

Assim que descobriu a traição, Bárbara se deu apenas alguns dias para se afundar em todo esse sofrimento. Agora, no próximo livro, vamos descobrir, junto com a Bárbara, que talvez, ser traída por Caio, foi uma das melhores coisas que lhe aconteceu. Confesso que estou bastante curiosa. Bárbara merece o melhor.


Quotes que me fizeram rir:

“Os espermatozoides desse homem devem estar comendo seus neurônios. Será que não sabe que o lugar deles é no saco e não na cabeça? ”

“- Se por acaso, algum dia, quiser mudar de profissão, acho que será um bom peão de rodeio.
- É que não consigo ficar muito longe de uma bela potranca.
- Isso foi um elogio, certo?
- Um ótimo elogio. ”

GARANTA JÁ O SEU: http://amzn.to/2wOwEhi


CAPA E SINOPSE:
Antes da traição, houve o desejo...
Controle.
Para Caio, esta é a palavra que faz tudo à sua volta funcionar. Senhor de suas ambições,
descarta o que não lhe convém com uma frieza absoluta, inclusive as paixões. Acostumado desde jovem aos benefícios proporcionados pela alta posição social e dinheiro, sabe atuar com desenvoltura em um mundo onde a aparência é a moeda mais valiosa.
Liberdade.
Este é o sentimento que move Bárbara. Dona de suas vontades, sempre soube correr atrás daquilo que lhe encanta, de um lugar no mundo. Apesar de ter nascido em uma família abastada, fez o seu próprio caminho, tornando-se contadora, com uma promissora carreira. Impulsiva e batalhadora, lida com cada situação guiada pelas
emoções, prezando aquilo que lhe faça feliz.
Um encontro inesperado em um bar de São Paulo une estas duas pessoas tão opostas,
dando início a um sedutor jogo cujos corações são o principal prêmio.
Mas, mesmo que alguém vença este duelo de beijos intensos e gemidos sussurrados,
será que existirá entre esses dois um “Felizes para Sempre”?
Sue Hecker presenteia os seus leitores com o delicioso e esperado prequel de O lado bom de ser traída. Descubra como a história de Caio e Bárbara começou e permita que estas linhas deixem os seus sentidos à flor da pele.
Estão preparados?
Prelúdio do cinismo é o sensacional prequel do best-seller O lado bom de ser traída, da autora com mais de 16 milhões de leituras na internet, Sue Hecker, disponível em setembro de 2016 pela HarperCollins Brasil.

Ficção / Literatura Brasileira / Romance

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.