Header Ads

[Resenha] Provocante Vol.1 Segunda Parte | Paola Scott


320 páginas || Segunda Parte || Paola Scott || Ano 2016 || Editora Charme 
Resenha e fotos por Dani Almeida


Eu estava doida pela continuação de Provocante da autora nacional Paola Scott; com a respiração suspensa depois do final da primeira parte da história de Pedro e Paola, e quando finalmente comecei a leitura só consegui parar quando acabei.

Nesse intervalo de tempo entre a primeira e segunda parte fiz mil conjecturas dos possíveis rumos que a história poderia tomar. Sempre me baseando em outras histórias do gênero que já tinha lido e quebrei a cara (rs), porque a autora conseguiu mais uma vez me surpreender e conquistar.

"MEU CELULAR APITOU AH, NÃO, SÓ PODIA SER ELE. TENTEI NÃO OLHAR, NÃO OUVIR, MAS ERA MAIS FORTE DO QUE EU. EU ESTAVA ME REVELANDO UMA VERDADEIRA COVARDE NO QUE DIZIA RESPEITO AO PEDRO."

Muito magoada e se sentindo traída, Paola está furiosa e descrente. Para ela, nada do que viveu até agora na companhia de Pedro foi real, visto os meios nem um pouco lícitos que o advogado utilizou para se aproximar dela. A semente da dúvida nasceu em seu coração: seria mesmo verdadeiro o amor que Pedro dizia sentir? Ou tudo não passava de uma fantasia que ele criara para iludi-la?

Por sua vez, Pedro está passando por maus bocados, se sentindo culpado por, mesmo sem intenção, ter causado tanto sofrimento à amada. Porém, ele não é de desistir facilmente e está disposto a provar para Paola a veracidade de seu amor e fazê-la enxergar que ainda é o mesmo homem apesar do erro cometido.


Contudo, o casal luxo irá descobrir que as coisas podem se complicarem mais; que a mágoa e o ressentimento não são nada perto do que ainda enfrentarão.

Pedro terá a chance de provar que realmente ama Paola, ao passo que a contadora, terá a oportunidade de conviver com seu garanhão e tê-lo ao seu lado num dos momentos mais difíceis de sua vida.

"A PREOCUPAÇÃO FOI CEDENDO ESPAÇO  AO AMOR QUE EU SENTIA POR ELA. AOS POUCOS, ME PERMITI RELAXAR E TALVEZ ESSE FOSSE O MOMENTO QUE MEU CORPO ACHOU PARA COLOCAR PARA FORA TODA A TENSÃO. MEUS MÚSCULOS ESTAVAM DOLORIDOS, MINHA CABEÇA DOÍA E DEIXEI QUE A EMOÇÃO VIESSE À  TONA."

Eu nunca imaginei que fosse me apaixonar tanto por um casal bem mais velho do que os protagonistas dos livros aos quais estou acostumada a ler, mas foi justamente o que aconteceu. Pedro e Paola me mostraram que maturidade e experiência podem ser algo muito proveitoso para qualquer história.

Como na primeira parte, a autora foi bem direta e sem enrolação; deu continuidade à trama sem perder o fio da meada e mantendo a narrativa sensual e as cenas de pegar fogo. Embora nesse volume eu achei que teve menos cenas apimentadas -não poucas, só em menor quantidade comparando ao anterior- as que tiveram foram de ler com o ventilador ligado haha.

Paola está tão, ou mais, forte que antes; encarando os problemas e dificuldades com uma mistura certa de seriedade e jovialidade. Quero chegar à casa dos quarenta com a disposição dessa mulher e, se possível, com um Pedro na minha vida também rsrs.

Ai gente! Falar o que do Pedro?! Eu já o amava no primeiro livro, mesmo não concordando com algumas decisões que ele tomou, mas aqui... Aqui ele ganhou meu coração de vez. Se na primeira parte de Provocante conhecemos o Pedro conquistador e garanhão, aqui somos presenteados com um lado dele que não conhecíamos ainda: um Pedro dedicado, cuidadoso e protetor. Aqui conhecemos Pedro não só como amante, mas também como companheiro, amigo e, por que não, como um pai para Alana?
 

Não posso deixar de ressaltar a importância que a autora dá aos personagens secundários; mesmo sabendo que cada um deles terá a chance de contar sua própria história, Paola Scott nos proporciona a oportunidade de ir conhecendo-os um pouquinho mais, ou seja, ninguém está ali só para "encher linguiça", mas sim, porque realmente fazem parte do que está acontecendo. Amei essa maneira da autora incluir mais personagens na história sem tirar o foco dos protagonistas.

Preciso deixar claro que estou mais do que ansiosa para os próximos livros da série, principalmente o da Alana , filha da Paola -que fiquei sabendo que a autora já está escrevendo- isso porque já tive um vislumbre de qual será o seu mocinho. Confesso que Júlio já é dono do meu coração hehe. Infelizmente acho que ele será o último da série, mas a boa notícia é que tem muita história boa ainda dessa série a caminho.

Bom pra gente não é mesmo? Porque se os próximos livros forem metade do que Provocante é, eles já serão cinco estrelas e entrarão para a lista de favoritos.
Enfim, guardem esse nome: Paola Scott. Essa mulher arrasa, escreve eróticos da melhor qualidade. Com cenas pra lá de quentes sim, mas principalmente com trama e enredo envolventes, instigantes, divertidas e apaixonantes.

“EU AMO VOCÊ LOUCAMENTE. COMO NUNCA IMAGINEI SER POSSÍVEL AMAR ALGUÉM. EU DISSE E REPITO QUE PRECISO DE VOCÊ NA MINHA VIDA. TODOS OS DIAS, O TEMPO TODO. QUERO SEU CORPO, SEU CORAÇÃO, SUA ALEGRIA. QUERO SER SEU SUPORTE, SEU AMIGO, SEU AMANTE. ME DEIXE TE FAZER FELIZ. PORQUE É ISSO QUE VOCÊ FAZ COMIGO! E EU PROMETO QUE VOU TE AMAR SEMPRE, ACONTEÇA O QUE ACONTECER, QUEIRA VOCÊ OU NÃO. AMO VOCÊ!
E PROMETO TE DIZER ISSO TODAS AS NOITES E TE PROVAR ISSO TODOS OS DIAS.”

Eu li. Me apaixonei. Virei fã.
Fica a dica para vocês.
Recomendadíssimo!




CAPA E SINOPSE: 

Paola vê seu mundo ruir ao descobrir os meios que Pedro utilizou para se aproximar. Afinal, aquele homem que parecia ser tudo o que ela sempre quis, teria sido apenas uma fantasia? Ou ela estaria sendo injusta e o amor que ele dizia sentir era verdadeiro? Será que a loba ferida conseguirá perdoar o garanhão?
Pedro, arrependido de seus atos, agora mais do que nunca precisa provar à sua loba que a ama realmente. E mesmo ciente do seu erro, não deixará de utilizar o que descobriu para tê-la em seus braços novamente e ser o homem que ela tanto deseja.
Porém, não são apenas mágoas e decepções que esse casal provocante terá que superar. Problemas muito maiores serão enfrentados nessa continuação.
Antes que possam se acertar, uma descoberta deixará a contadora apreensiva, pensando até que ponto esse amor tão recente pode suportar tanta dor.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.