Header Ads

[Resenha] Paixão Proibida | Sophie Adams



43 páginas || Sete pecados #1 || Sophie Adams || Ano 2016 || Independente || Romance 
Resenha por: Débora Favoreto

Paixão proibida é o primeiro conto da série Sete Pecados e fala sobre a inveja. Nele conhecemos Jake, Josh e Kate. Dois irmãos e uma única paixão. 

"Nem todo mundo é tão vilão... e nem tão herói. O problema era que com gêmeos as coisas não funcionavam bem assim. Pelo menos, não na minha família." 

Jake e Josh são gêmeos. Josh é o mais velho por alguns minutos de diferença. E o mesmo fazia questão de deixar isso bem claro para todos. Como o próprio Jake dizia, Josh sempre foi ousado e sem limites. Já ele, era mais protetor e o mais certinho, mesmo levando quase toda a culpa de tudo que seu irmão aprontava quando ainda eram mais novos.

A amizade conturbada entre os irmãos mudou assim que Jake conheceu Kate em um baile de caridade. Bastou um olhar e o coração de Jake havia sido capturado pela bela mulher. Mas foi o seu irmão, Josh, o mais extrovertido, que tirou a bela garota para dançar.

"Recuei e fiz o máximo para sufocar os sentimentos que Katherine despertou em mim: cobiça, desejo, paixão, luxúria.
Inveja.
O pior sentimento do mundo e aquele que jamais senti de quem quer que fosse, ainda mais do meu irmão."

Alguns meses depois, Josh e Kate estavam namorando. Com isso, Jake, que ainda se sentia muito atraído por Kate, mas respeitava o sentimento do irmão, começou a beber enlouquecidamente.

Enquanto Jake era um oficial das forças armadas, Josh estava na faculdade de direito e era estagiário na empresa do amigo do seu pai. Mas, o caráter de Josh nunca chegou aos pés do de Jake.

Jake aceita comandar uma missão secreta bem longe de onde morava e, agora, um ano depois, ele decide voltar e correr atrás do que sempre desejou. E realmente se tornar o gêmeo ruim. (Só que não!).

"Dizem que a guerra faz um homem reavaliar sua vida e seus relacionamentos.
(...) Ela seria minha."

Katherine era uma mulher linda e geniosa, porém não era nada corajosa. Filha de um magnata do ramo hoteleiro vivia em um relacionamento com uma pessoa que nada lhe agradava. Ela estava prestes a se casar, mas o que ela mais desejava era a sua liberdade. Mas, por falta de coragem, ela continuava pressa a esse relacionamento de fachada. No inicio, ela até acreditava que Josh realmente a amava, mas descobriu que o seu único interesse era a sua herança.

“Repetia isso diariamente para mim mesma, mas o que podia fazer se tive que me contentar com o rascunho, quando a arte final não me quis?”

Ao passar por uma humilhação, Kate decide mudar e ignorar seu noivo e o seu pai, que apoiava esse falso noivado e também sabia das traições de Josh. Sim, isso mesmo. O pai sabia de tudo, mas achava o falso Josh um bom rapaz. E, como justificativa, dizia para a filha que todos os homens têm uma aventura. Odiei esse pai e esse mané do Josh.

Assim que Kate e Jake se reencontraram e se entregaram ao sentimento que ambos tinham um pelo outro, uma coisa era certa: Eles enfrentariam tudo e a todos para ficarem juntos e viverem o que sempre desejaram.

“Eu me apaixonei por ela no instante em que a vi pela primeira vez e me apaixonei novamente enquanto fazíamos amor. Eu estava total e irreversivelmente apaixonado pela mulher em meus braços, e nada nem ninguém me faria abrir mão dela novamente. Nunca mais.”

Mas, serão fortes o suficiente para enfrentar a fúria de um Josh invejoso?

O conto aborda muito bem o pecado da inveja. Vemos que não importa que estejamos em família ou em qualquer outra posição, a inveja sempre poderá estar à espreita. Então foi bom ler algo tão presente no dia-a-dia e que podemos ver em todos os lugares.

Paixão proibida é narrado em primeira pessoa pelo ponto de vista de Jake e Kate. A história não me prendeu tanto quanto imaginei que ia prender, e achei tudo muito corrido. Porém, o fato de ser um conto, com certeza colaborou para isso. Mesmo assim, é uma história muito bonita que possui uma bela mensagem.

Então, se você procura uma leitura rápida e sem muitas pretensões, eu indico a leitura. Preciso ressaltar que toda a parte gráfica e gramatica estão impecáveis.

"Para os outros, a nossa paixão podia ser proibida, mas para nós, era perfeita. Simplesmente perfeita."


CAPA E SINOPSE:

"Nem todo mundo é tão vilão... e nem tão herói."
Desde a primeira vez que o fuzileiro Jake colocou os olhos em Katherine, ele a desejou para si. Mas aquele que deveria ser o seu melhor amigo o traiu e a conquistou antes que ele tivesse chance de se aproximar. Muito ético, ele se afastou da única mulher que foi capaz de despertar nele sentimentos tão profundos e deixou a cidade, embarcando para uma missão oficial no Afeganistão.
Katherine vivia uma vida perfeita. Era boa filha, membro respeitada da alta sociedade de Raleigh, na Carolina do Norte, voluntária em um abrigo de animais e namorada do próximo queridinho da América, o futuro candidato a deputado, Josh MacGregor. Mas tudo isso não passava de uma mentira. Katherine desejava perder o controle: queria fazer uma tatuagem, sair para beber e se divertir, mas, mais que isso, ansiava por dar vazão à paixão proibida que sentia por Jake.
Será que Katherine e Jake terão coragem de se libertar das amarras que os prendem e se entregarão à paixão proibida que sentem um pelo outro, enfrentando a sociedade, jogos de poder e a inveja doentia e sem limites de um homem sem escrúpulos?


2 comentários:

  1. Oi, Débora. EU já vi esse livro mas você contou ele de outra forma e eu quase achei que não fossem a mesma história, por isso amei e fiquei mais interessada ainda de conhecer a história.
    Beijo! Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miriã, vale a pena ler!
      Eu gostei bastante, só não me prendeu como imaginei que iria. Mesmo assim foi uma excelente leitura.
      Beijos,

      Excluir

Tecnologia do Blogger.