Header Ads

[Resenha] À sua espera (Rosemary Beach #11) | Abbi Glines

240 Páginas || Rosemary Beach #10 || Abbi Glines || Ano 2016 || Editora Arqueiro || Romance 
Resenha por: Débora Favoreto


À sua espera é o décimo primeiro livro da série Rosemary Beach, da autora Abbi Glines, porém, é o décimo lançado em livro físico pela Editora Arqueiro.

Devo avisar que o prologo é intenso demais, e assim que li, não consegui mais parar a leitura. Em À sua espera, conhecemos a história de Mase e Reese.

Reese sofreu abusos do seu padrasto por muitos e muitos anos. Ela não conhecia o pai e a mãe apoiava o padrasto, dizendo que ela se oferecia para todos os homens. Juro, conhecer o início da história de Reese doeu meu coração. E pensar quantas meninas passa por isso, dói ainda mais.

Mase morava no Texas, ele era fazendeiro e morava perto da mãe e do padrasto, mas seu pai tinha uma casa onde sua irmã Nannette (chata) morava, e às vezes ele ia até lá para também visitar sua outra irmã, Harlow, que vivia em Rosemary Beach com o marido, Grant, e o bebê deles. E foi em uma dessas visitas à casa de Nannette que ele conhece Reese.

“Você é um homem bom. O melhor. Eu amo o seu padastro, mas mesmo o coração dele não se compara ao seu. Você foi a melhor coisa que fiz ou farei nessa vida. Não conseguirei fazer nada melhor. Ser sua mãe é uma dádiva que alegra cada dia da minha vida. Vou morrer sabendo que deixei nesta terra um homem que produzirá uma trilha de bondade por onde passar.” – Mãe do Mase

Reese trabalhava para uma agência de limpeza, e eles a mandavam para a casa dos clientes. E a casa da Nan era a sua melhor faxina, a que pagava melhor, e ela nunca havia encontrado ninguém naquela casa, até aquele dia...

Reese tinha uma mania, ouvi música e cantar enquanto limpava, e naquele dia, ela estava toda desafinada, limpando e cantando, enquanto Mase tentava dormir, mas a voz dela era tão horrível que ele foi obrigado a levantar e pedir para que a moça fizesse o seu serviço em silêncio, porém assim que abriu a porta e viu Reese pela primeira vez, ele sentiu algo que jamais sentiu e desde então, tudo mudou.


Reese não confiava em homens, quer dizer, ela só confiava no seu vizinho, Jimmy. Mas ver Mase sem camisa e coberto por um lençol na cintura fez com que ela ficasse interessada, mas sabia que homens como ele, que viviam em casas como a de Nan, além de ser lindo e forte, só queriam mulheres como ela para sexo casual.

Porém, Mase era totalmente diferente de tudo que Reese imaginou.

“Ele não sabia, mas havia me dado esperanças. E me mostrado que nem todos os homens são maus.”

Eles se conheceram aos poucos, Mase sabia que Reese escondia algo do seu passado, mas queria ajuda-la e sim, ele ajudou e foi tão lindo. Bastaram alguns dias e ela se sentiu mais segura do que já se sentiu durante toda sua vida. Porém Mase morava no Texas e partiria em breve, ambos eram somente “amigos”, pelo menos era isso que eles queriam acreditar até conseguir entender o que estavam sentindo.

"Quando você sofre, isso me dilacera. Quando você está feliz, eu me sinto como se fosse dono do mundo inteiro.”- Mase

Mase é um homem perfeito. Juro que não encontrei nada que provasse o contrário. Ele é amigo, lindo, sincero, honesto, trabalhador e etc. Ficaria por horas dizendo todas as suas qualidades, mas de todas, a principal foi ver a dedicação que ele teve com Reese perante todos os seus problemas.

“Você vai levantar daí e fazer waffes para mim? Porque, gata, se você continuar me olhando como se eu fosse a refeição, posso ficar tentado a voltar para a cama e conferir exatamente o que você está pensando.”- Mase


Reese é uma das personagens femininas mais fortes que já tive o prazer de conhecer. Por vários momentos, Mase achava que ela iria desmoronar, confesso que eu também achava, mas a autora criou uma personagem tão decidida a viver e a encontrar sua felicidade, que ela nos ensina muitas e muitas coisas.

“Cada passo que eu dei na vida me levou até você – disse ela, num sussurro. – E porque estou aqui agora não lamento nada. Para cada coisa ruim que aconteceu, fui recompensada com algo ainda mais belo, capaz de compensar todo aquele mal. Você fez tudo valer a pena. Você é meu presente na vida. Passei pelo mal e sobrevivi. Minha recompensa foi Deus me dar você.” Reese  

Na resenha anterior, do livro do Tripp eu disse que era o meu preferido, mas após ler À sua espera, preciso dizer que Mase também se tornou um dos meus mocinhos preferidos. Como sempre digo, a autora Abbi Glines tem o dom de criar mocinhos apaixonantes.

“O problema é que meu filho vai com tudo em qualquer coisa que faz. E, quando decidiu se apaixonar, ele se apaixonou completamente” – Mãe do Mase

À sua espera é todo narrado pelo ponto de vista de Mase e Reese. A autora consegue abordar alguns assuntos como: família, sexo, amigos e muita intriga durante toda a série. E o ponto chave é ver como eles conseguem lidar com tudo isso e se tornarem mais fortes. Espero que essa série nunca termine. Afinal, é sempre bom voltar para Rosemary beach.
“Faça amor comigo, Mase. Me mostre como é o amor, por favor.”


P.s: Não surtem com a última página. ;)




CAPA E SINOPSE:

Mase sempre preferiu a vida simples em seu rancho no Texas à agitação do mundo do pai em Rosemary Beach. Na verdade, ele quase nunca visita o famoso astro do rock e Nan, sua meia-irmã mimada e egoísta. Mas tudo muda quando conhece uma das empregadas da casa, uma garota linda que, sem saber da presença dele, o desperta com seu canto desafinado.
Depois de anos sendo maltratada pela família e pelos colegas por causa de um distúrbio de aprendizagem, Reese conquistou sua liberdade e mora sozinha trabalhando como diarista para as famílias ricas da cidade. No entanto, seu sustento fica ameaçado quando ela causa um acidente na casa de Nan Dillon.
Ao ser salva por Mase, um rapaz atencioso e com charme de caubói, Reese fica surpresa pelo gesto dele e, depois, apavorada quando ele demonstra interesse nela. Nunca na vida Reese conheceu um homem em quem pudesse confiar. Será que Mase pode ser diferente?
Nessa ardente paixão que nasce entre a doce e batalhadora Reese e o centrado e sexy Mase, Abbi Glines mais uma vez mescla tristezas da vida real com amores de contos de fada e nos faz suspirar até a última página.


2 comentários:

  1. Oie. Eu comecei a ler a série mas ainda não consegui me cativar pelos personagens, então a história não foi tão boa para mim. Sem contar que a Nan é um porre de pessoa! Espero muito que consigam criar alguém que goste dela e a faça mudar. Fora isso, espero ler os outros e acabar gostando da série.
    Beijo! Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Olá, Eu super acompanho o blogue, e amoooo loucamente.

    Estou lendo a série, e já estou no simples perfeição e no Rush sem limites (estou lendo os dois juntos. Comecei semana passada e não consigo parar de ler. Mesmo trabalhando o dia todo li 4 livros em uma semana, pra mim é meio que um avanço, pois só ando conseguindo ler um no máximo rsrs...

    Enfim, série viciante.

    Queria muito saber qual é o decimo, eu li que é Kiro e Emily. Pelo o que eu entendi ele não tem o físico, então no caso só pdf neah?!!

    Bjs, e parabens pelo blogue e pela resenha.



    Obs: Amooo loucamente suas fotos..

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.