Header Ads

[Resenha] Crow | A.Zavarelli

300 páginas || Boston Underworld #1 || A.Zavarelli || Ano 2016 || Idioma: Inglês ||
Amazon E-book || Romance e Suspense Erótico
Resenha por: Débora Favoreto

Sabe aquele livro que você não dá nada, mas ao final se surpreende? Foi o que aconteceu quando li Crow. Primeiro livro da série Boston Underworld, escrito pela autora A. Zavarelli.

Quem me conhece sabe o quanto odeio livros onde a mocinha é uma mosca morta, graças ao bom Deus, em Crow, a protagonista é uma mulher decidida que não tem medo de nada, muito menos do mocinho, mesmo sabendo que ele é da máfia.

Lógico que tem aqueles momentos em que quis matar ambos, mas nada que me deixasse irritada com a leitura. Aliás, a leitura foi bem agradável e intrigante, eu literalmente devorei o livro.

Mackenzie perdeu seus pais ainda jovem. Ela é uma boa pessoa, leal, determinada e muito divertida. Quando sua melhor amiga, Talia, desaparece do clube que trabalhou para Crow, Mackenzie resolve descobrir sozinha o que realmente aconteceu com sua amiga, já que até o momento, a polícia não havia feito nada sobre o desaparecimento. Mackenzie era forte, bonita e sabia lutar. Devido a isso, ela resolve se infiltrar no clube como uma dançarina e começa sua perigosa investigação.

Lachlan mais conhecido como Crow, é um homem misterioso que não confia em Mackenzie de imediato. No entanto, ele sente uma forte atração por ela, e a aceita no clube para vigiá-la e protege-la. Ele é um típico macho alfa que faz parte da máfia Irlandesa. No início tive um pouco de preconceito com Crow, o achei muito arrogante e assustador. Mas com o decorrer da leitura, ele já havia me conquistado de tal forma, que me vi apaixonada por esse homem quente que mesmo sem confessar, tem um coração enorme.


Mackenzie só queria encontrar sua melhor amiga, ela jamais imaginou que sentiria uma forte atração por um mafioso, mas a atração é tão forte de ambas as partes que Mackenzie e Lachlan se entregam de corpo e alma. Então tudo muda, principalmente quando Crow descobre todos os planos de Mackenzie. Ele se sente traído e ela se sente desesperada por que além de amá-lo, a morte é a única solução para traidores. 

Crow é todo narrado em primeira pessoa. O diálogo ao longo de todo o livro foi viciante, divertido e intenso. Todos os personagens são bem construídos, incluindo os secundários, deixando aquela vontade de conhecer cada um deles. 

Todos eles são sombrios e misteriosos, além de muito gostosos. Mas nem todos são fieis ao Crow e até ele descobrir em quem confiar, muita coisa acontece e o meu coração ficou muito acelerado em vários momentos durante a leitura. 

Gostei bastante da forma como a autora conduziu a historia, a criatividade dela é incrível. Também gostei bastante da química entre os personagens, mas o que eu mais gostei foi do suspense que teve do início ao fim. Tentei por várias vezes desvendar tudo e não consegui desvendar quase nada. (rs!) Esse com certeza foi um dos motivos pelo qual quero ler todos os livros da série e “desvendar” todos os outros personagens, inclusive o Ronan, do livro Reaper. 

Estou na torcida para que alguma editora grande traga todos os livros da A. Zavarelli para o Brasil. Lembrando que a leitura deve ser feita apenas para pessoas maiores de 18 anos.



CAPA E SINOPSE:

Ele é um assassino. Um monstro.
Ele é o último homem na terra com quem eu alguma vez pensaria em ficar. Não vou perder a minha cabeça porque ele é quente, Irlandês e tem um sotaque cativante.
Ele é um das poucas pistas sobre o desaparecimento da minha melhor amiga e eu não confio nele. Então, eu tenho algumas regras na minha mente sobre como lidar com Lachlan Crow.
1. Mantenha a cabeça limpa e não se distraia.
2. Faça o que for necessário, mas nunca se esqueça da razão pela qual você está lá.
3. Nunca, e eu quero mesmo dizer nunca, se apaixone por ele. 
Quarta e última regra?
Esqueça todas elas. Porque as regras não se aplicam quando a máfia irlandesa está envolvida. Era suposto ser temporário, mas agora Lachlan acredita que sou dele. Ele diz que não vai me deixar partir. E eu acredito nele.
Lachlan.
Eu não sei quem ela é. Eu não sei por que razão ela está aqui. Mas se é a minha atenção que ela quer, ela terá. Os Russos a querem morta e sou eu quem tem que a proteger. Esta garota é um problema. Uma distração que eu não posso ter. Então, porque estou tão decidido em fazê-la minha? Eu reclamei-a e não há como voltar atrás. Isto é um stand-alone cheio de homens Irlandeses quentes com sotaque. Um romance escuro e hot com tema sobre máfia. Final feliz incluído.





Um comentário:

  1. A autora A.Zavarelli se tornou uma das minhas queridinhas.
    Estou viciada nos seus livros.
    Resenha os outros também. Quero saber a tua opinião

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.