Header Ads

[Resenha] Desejo Concedido | Megan Maxwell

464 páginas || Série Guerreiras #1 || Megan Maxwell || Ano 2016 || Editora Essência || Skoob
Resenha e fotos por: Dani Almeida

Depois de ler Você se Lembra de Mim? , meu primeiro contato com a escrita da autora Megan Maxwell, e ficar completamente encantada pela história eu não via a hora de ler outras obras da autora. Assim quando a Planeta de Livros divulgou o lançamento de Desejo Concedido, o primeiro volume da série Guerreiras, é claro que fiquei mega empolgada, tanto que , assim que o livro chegou , peguei pra ler, pois minha curiosidade não aguentaria esperar nem mais um segundo.

Daí vocês me perguntam: valeu a pena? E a resposta será um retumbante SIM. E como valeu; mesmo com as expectativas nas alturas, a história conseguiu me surpreender...

Tá, esse é apenas o segundo livro que leio da Megan, mas já posso dizer sem medo de errar que, independentemente de quantos outros livros eu leia dela, esse já entrou para a lista dos queridinhos. E olha que quem leu minha resenha de Você se Lembra de Mim? Sabe o quanto amei a história; contudo Desejo Concedido foi além: não só amei como também fiquei fascinada pela beleza do romance, dos personagens, da trama. Definitivamente Megan Maxwell, você ganhou mais uma fã.

Em Desejo Concedido conhecemos a história de Megan Philiphs e Duncan McRae.
Megan é uma jovem de vinte anos que, ao lado dos irmãos mais novos Shelma e Zac, moram em Dunhar na Inglaterra.
Após a morte dos pais, os irmãos vivem à mercê de tios desprezíveis que os consideram uns selvagens vistos o sangue escocês de sua falecida mãe.

Numa noite Megan, escondida, ouve a tia dizer que casará ela e a irmã com dois cavalheiro ingleses asquerosos que as levarão embora e as separarão do pequeno Zac.

Desesperada, Megan pede ajuda a John que outrora foi muito amigo de seu pai e que sente grande afeição pelos três irmãos. O velho homem tem um plano: levá-los até a casa de seu avô materno, na Escócia.

“- MENINA - DISSE JOHN, TOCANDO - LHE O QUEIXO COM AFETO -, HÁ ANOS PROMETI A SEU PAI QUE SE UM DIA ELE FALTASSE, EU CUIDARIA DE VOCÊS. DEPOIS DE SUA MORTE, SUA MÃE TAMBÉM ME PEDIU O MESMO, E JUREI DIANTE DE DEUS QUE ASSIM FARIA, E FAREI!... EU AS LEVAREI AO SEU AVÔ... CREIO QUE ESSA É A ÚNICA OPÇÃO QUE VOCÊS TÊM PARA SE LIVRAREM DA CRUELDADE DE SEUS TIOS E DESSES MARIDOS QUE QUEREM LHES IMPOR."

Passado alguns anos vivendo com o avô nas terras do clã McDougall, Megan e os irmãos tentam começar uma vida nova, mas as coisas ainda não são nada fáceis para eles já que, se na Inglaterra eram considerados selvagens, na Escócia seu sangue inglês, herdado do pai, também não era visto com bons olhos pelos moradores locais e volta e meia eles eram alvo de ofensas.

“-EU NÃO SOU SASSENACH! - UIVOU ZAC.
TÃO NOVO AINDA, ELE NÃO COMPREENDIA PORQUE ÀS VEZES AS PESSOAS INSISTIAM EM INSULTÁ - LO DAQUELA MANEIRA.
-NÃO PODE NEGAR FEDELHO- DISSE FIONA COM RISPIDEZ- VOCÊ E SUAS IRMÃS CHEIRAM DE LONGE À PODRIDÃO DOS SASSENACHS."

Apesar da passagem do tempo, os “noivos” rechaçados ainda estão atrás das moças e ambas correm perigo.
Seu avô preocupado com sua segurança, mesmo sabendo que as netas sabem se cuidar e lutam tão bem, ou melhor, que qualquer guerreiro, dá um jeitinho de conseguir a palavra, que nunca deixa de ser honrada, de dois guerreiros Highlander de que eles protegerão as jovens damas.


Uma tragédia faz com que tal promessa seja cumprida antes do planejado e mesmo Megan sendo avessa ao casamento, para proteger sua família, aceita se casar com Duncan, numa união que deve durar um ano e um dia.

“...OLHANDO-SE NOS OLHOS, COMO MANDAVA A TRADIÇÃO, OS FUTUROS ESPOSOS SE DERAM AS MÃOS, FORMANDO O SÍMBOLO DO INFINITO. MAGNUS COLOCOU UMA CORDA AO REDOR DAQUELAS MÃOS, E, DANDO UM NÓ, EXPLICARAM EM VOZ ALTA E CLARA OS TERMOS DAQUELE ACORDO TEMPORÁRIO... NESSE MOMENTO, MAGNUS OS DECLAROU MARIDO E MULHER POR UM ANO E UM DIA.”

Desde o começo, Duncan se encantou pela beleza morena de Megan; seus cabelos e olhos negros o atraíam profundamente.

O mesmo acontecia com Megan que não era imune aos olhos verdes do guerreiro.
Entretanto, apesar dos sentimentos que começaram a brotar dentro deles, o gênio terrível de ambos por vezes os impediam de perceber o quanto eram perfeitos um para o outro.

Duncan conhecido como “Falcão" era remido tanto por seus homens como por seus inimigos e nunca perdia uma batalha.
Megan, a "Impaciente”, destemida e corajosa, um espírito livre que não admitia receber ordens e, muito menos, ter que obedecê-las.

Quando personalidades fortes e temperamentos explosivos se unem em matrimônio pode ter certeza de que só vai ter tiro, bordoada e bomba pra tudo que é lado rsrs e eu me diverti demais com as brigas, discussões e reconciliações desse casal e, na mesma proporção, fiquei emocionada em vários momentos da leitura.

Duncan tem um passado conturbado marcado pela deslealdade de uma mulher. As cicatrizes que carrega no coração são, pouco a pouco, curadas por Megan que, apesar de sempre preparada para uma batalha é generosa e altruísta.



Para Megan, o bem-estar das pessoas a quem ama, e principalmente dos irmãos, é prioridade e esse traço marcante na personalidade da protagonista me fez chorar em várias partes de tão lindo que foi presenciar o amor incondicional dela para com Shelma e Zac.
Falcão e Impaciente conquistaram meu coração para sempre.

“-DESEJO CONCEDIDO- RESPONDEU ELA COM UM SORRISO INCRÍVEL.
-ESSA FRASE É MINHA- DISDE ELE, GARGALHANDO.
-AGORA É MINHA TAMBÉM, COMO VOCÊ É.
ELA SORRIA, ENCHENDO-O DE AMOR, ENQUANTO CAMINHAVAM PARA O ACAMPAMENTO COM ALEGRIA NO ROSTO E NO CORAÇÃO.”

Já posso dizer que a série Guerreiras começou com o pé direito; que história encantadoramente maravilhosa essa!
Apesar das quase quinhentas páginas, a leitura é deliciosa e envolvente de tal forma que nem percebemos os capítulos, e o tempo, passando. Quando nos damos conta, o livro já acabou.

É evidente a pesquisa e a preocupação da autora para retratar com detalhes uma Escócia do século XIV e tal cuidado só enriqueceu ainda mais a história.
Como se não bastasse o casal protagonista ser sensacional, os personagens secundários abrilhantaram o enredo dessa trama linda.

Mesmo desejando ardentemente que a editora não demore em publicar os próximos volumes da série, confesso que já estou com saudades de Duncan e Megan, esse casal intrépido, apaixonante e inesquecível.

E para o caso de não ter ficado claro o suficiente o meu parecer sobre a obra, quero dizer que sim, eu mais do que recomendo a leitura de Desejo Concedido. Vale muito a pena. 
Megan Maxwell arrasou!



CAPA E SINOPSE:

Na Inglaterra do século XIV, após a morte dos pais, a jovem lady Megan Phillips, de vinte anos, segue uma vida tranquila, focada na educação e na criação de seus dois irmãos mais novos. Para fugir de um casamento arranjado por sua tia, Megan e a irmã, Shelma, vão para o castelo de Dunstaffnage, na Escócia, onde vive seu avô Angus de Atholl, do clã McDougall. Anos depois, durante o casamento de um de seus primos, Megan – uma mulher aguerrida, pronta a empunhar uma espada pra defender sua família e que não se dobra por nada e nem por ninguém –, conhece o temido guerreiro de olhos verdes Duncan McRae – um homem acostumado a liderar exércitos, mas que nunca esteve preparado para enfrentar o gênio forte de uma mulher. O destino trama contra (ou a favor de) Megan, que, contra a sua vontade, acaba se casando com Duncan. Conseguirão os dois se entender e seguir a vida como um casal feliz? Ou viverão às turras, como se estivessem num campo de batalha?


4 comentários:

  1. Já li um livro da autora e gostei bastante. Adorei sua empolgação nessa resenha. Já coloquei na minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi,
      Muuuuuuito feliz aqui por minha empolgação ter aguçado sua curiosidade por esse livro ... Tenho certeza que , assim que o ler , Desejo Concedido vai direto para a sua lista de favoritos , assim como foi para a minha.
      Beijos <3

      Excluir
  2. Menina, adorei a sua resenha, mas não conhecia essa série.
    Você lacrou com a foto imitando a capa. Adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz,
      Essa é a série mais aguardada pelos fãs da autora e , depois que li esse primeiro volume, compreendi o porquê ... Fico super feliz que tenha gostado da resenha e das fotos.
      Beijos <3

      Excluir

Tecnologia do Blogger.