Header Ads

[Resenha] Pode beijar a noiva | Patricia Cabot @planetalivrosbr

240 páginas || Patricia Cabot || Ano 2016 || Editora Essência || Romance de época ||
Resenhado por: Débora Favoreto


O primeiro contato que tive com os livros históricos da autora, foi com Aprendendo a seduzir, e gostei demais. Porém, Pode beijar a noiva não me prendeu tanto. A história é muito bem escrita, mas não sei, parece que faltou algo. E sei que Cabot tem potencial. Por isso, fiquei um pouco desapontada.

Foi um pouco difícil engatar a leitura, os primeiros capítulos são cansativos e às vezes, confusos. Mas com o decorrer da leitura, tudo começa a ficar mais claro. 

Emma é uma jovem, órfã, que foi criada pelos tios. Ela cresceu junto com os primos James e Stuart. Enquanto um era simples e queria ajudar a todos, o outro era egoísta e cortejador. 

"Descobrira que uma dama poderia sentar-se como quisesse e ainda assim continuar sendo uma dama. Não era a maneira de sentar que determinava a linhagem de alguém. Era como alguém, contra todas as probabilidades, mantinha-se firme. Emma sentia que nisso havia provado ser uma dama.”

James era o seu melhor amigo, por isso, Emma revela que pretende fugir para se casar com Stuart, deixando James devastado. Ele sempre gostou de Emma, porém nunca ninguém soube disso. Para estragar os planos do casal, James conta para seus pais e ainda bate em Stuart. Brigados com toda a família, Emma e Stuart resolvem fugir e viver em uma ilha de pescadores.

O casal leva uma vida totalmente diferente do que estavam acostumados, mas para Emma, a única coisa que importava era o amor que sentia por Stuart. Só que, Stuart é assassinado, e o mundo dela, mais uma vez, se transforma. Eles já viviam na pobreza, mas tinham um ao outro, agora Emma está sozinha, na ilha de pescadores, sem dinheiro e sabe que não pode voltar para a casa dos tios, pois ela tem certeza que não será bem recebida. Emma se torna professora e sua única alegria são as crianças.

Um ano após a morte de Stuart, Emma avisa a família. James vai ao encontro dela de imediato, mesmo sabendo o quanto ela o odeia. Ele tenta a todo custo tirar sua amada da pobreza, mas ela não quer ajuda alguma. Emma herdou uma herança do assassino de Stuart, porém para receber, ela terá que se casar novamente; fazendo aparecer muitos pretendentes. Assim que James descobre, ele também entra para a lista de pretendentes. Ele ainda a ama, mas sabe que estragou tudo no passado. James ainda tem esperança de consertar e conquistar a sua confiança novamente. 

“- Quando um homem que nunca teve nada negado em sua vida encara subitamente o fato de que não pode ter o que mais deseja dirá quase tudo para tentar convencer-se de que jamais desejou aquilo. Mas, acredite no que eu digo Emma, não me lembro de uma época em que eu não desejasse que você fosse minha.”

Além de ter um final corrido, senti falta de mais descrições durante a leitura. Infelizmente, esse foi o primeiro livro da Cabot que não me agradou tanto.

“A única diferença era que, fazia não muito tempo houvera alguém com quem James pensara em casar-se. E seu primo lhe tirara a oportunidade.”

Porém, quem gosta de romance de época, leve, de fácil entendimento e com um pouco de erotismo, eu indico a leitura.


GARANTA JÁ O SEU: CLIQUE AQUI



CAPA E SINOPSE:

Quando tudo parece estar perdido para Emma Van Court, que acaba de se tornar viúva, a promessa de uma grande fortuna lhe cai dos céus. Mas há uma condição para abocanhar a herança: ela terá de se casar novamente. Como não se especificou o noivo, todos os homens da pequena Faires, na Escócia, resolvem participar dessa corrida do ouro e passam a disputar as atenções da jovem viúva.
Os competitivos pretendentes só não contavam com a presença de James Marbury, primo do falecido marido, Stuart, que chega ao vilarejo para ajudar Emma com os trâmites do inventário. No passado, os dois tiveram uma aproximação, e James ainda nutre fortes sentimentos pela, agora, viúva.
Conseguirá ele afastar a horda de interesseiros pretendentes e finalmente se juntar à sua amada?

4 comentários:

  1. Amei a resenha Déb <3!
    Apesar dos pontos negativos que você ressaltou , eu , ainda assim, quero muito ler esse livro descobrir o desfecho dessa trama .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que irá gostar da História, Dani.
      Estou ansiosa para saber sua opinião.
      Beijos, lindona! ❤

      Excluir
  2. Tenho um pé atrás com a Cabot, mesmo assim fiquei curiosa com essa premissa. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Gosto desse livro, tenho a primeira edição dele, mas essa capa é muito mais bonita.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.