Header Ads

[Resenha] Proibido pra mim | Halice FRS

228 páginas || Autora: Halice FRS || Ano 2014 || Independente ||
Gênero: Romance || Skoob || 
Resenhado por: Dani Almeida


Eu acredito que todo mundo já teve, em algum momento, algum tipo de preconceito literário, né? No meu caso, esse preconceito estava relacionado à idade dos protagonistas, ou seja, quando via que a mocinha era mais velha que o mocinho já torcia o nariz e ia logo dizendo que nunca leria.

Mas, assim como na vida, no universo literário o NUNCA também está mais perto do que imaginamos e, sem saber, acabei comprando um livro onde os protagonistas tinham DEZESSETE ANOS de diferença.

Como todos já devem estar cansados de saber, eu tenho uma fixação por capas de livros e foi justamente ela que me levou até Proibido Pra Mim da autora Halice FRS.

Apesar de estar com um pé atrás, os comentários positivos que ouvi a respeito da obra me fizeram dar uma chance à leitura.
E não me arrependo em nada, pelo contrário, fui surpreendida ao encontrar uma história de amor doce, romântica e intensa.

Norah Mendes é uma competente fotógrafa de 42 anos, mãe de dois filhos que perdeu o marido há sete anos num acidente de carro.

Téo sempre fora um homem carinhoso e amável, um pai amoroso e um marido dedicado e Norah ainda não superou sua perda apesar dos anos que se passaram da sua morte. Ela ainda vive o luto e acorda toda madrugada, na hora exata em que recebeu a notícia do acidente.

“ACORDAR TODAS AS MADRUGADAS ÀS 3 H15 NUNCA SERIA AGRADÁVEL E PARECIA QUE NUNCA MUDARIA." pág. 09.

Sua assistente está sempre incentivando-a sair, conhecer novas pessoas, aproveitar a vida já que Norah ainda é jovem e bonita.

Quando decide aceitar a sugestão e socializar, ela acaba se sentindo deslocada e volta para casa frustrada, então resolve fazer algo que quer há muito tempo: aprender a tocar violão.

É nesse momento que Caio Ressali, um dos amigos de seu filho, que desde sua adolescência nutre uma paixão por Norah, vê a oportunidade que tanto esperava e se oferece para ensiná-la, já que, nas horas vagas, ele é instrutor.

“- ESTOU PROCURANDO UM INSTRUTOR DE VIOLÃO - ELA RESPONDEU, VOLTANDO A PEGAR O TELEFONE.
- DE VIOLÃO?! - ELE A ENCAROU, MAXIMIZANDO OS OLHOS CASTANHOS. - E POR QUE NÃO LIGOU PRA MIM?” pág. 29.

Mesmo incerta e duvidando que tomou a decisão certa, Norah começa as aulas no apartamento do rapaz. Desde a primeira aula, ela sente algo diferente no ar e, pela primeira vez, se dá conta que Caio já não é mais um menino e sim, um belo homem. Um homem que, apesar de despertar sentimentos adormecidos nela, tem só 25 anos, idade para ser seu filho.

Entretanto, com o prosseguimento das aulas, Norah é surpreendida quando o rapaz expõe seus sentimentos por ela. A princípio, a fotógrafa fica assustada e foge. Para ela, tais sentimentos eram errados e a relação deles não poderia ser nada além de fraterna.

Mas levanta a mão quem acha que ela continuou com essa opinião? É, não vi ninguém levantar é claro rsrs, porque sabemos que Norah não ia resisti por muito tempo a esse monumento de homem né? Mas como culpá-la?


Bem, prosseguindo...

Eles engatam um relacionamento que preferem manter em segredo.

“NORAH SEQUER TENTOU RECUAR QUANDO CAIO AVANÇOU EM SUA DIREÇÃO. SERIA RIDÍCULO INVENTAR DESCULPAS PARA SUA PRESENÇA , ENTÃO SOMENTE DEIXOU SEU VIOLÃO DE LADO E ESPEROU SER ABRAÇADA." pág. 91.

Com o passar do tempo, viver se encontrando as escondidas já não é mais suficiente. Caio quer mais. Ele já esperou muito para ter a mulher que ama e agora que a tem, ele quer tudo dela, tudo com ela.

Mas Norah não acha que as coisas são tão simples; ela tem medo e muitas dúvidas sobre o futuro deles.

Como seus filhos Irão reagir? Principalmente seu filho que tem um ciúme exagerado dela? O que as pessoas pensariam? E, principalmente, o amor será suficiente para mantê-los unidos e vencer os preconceitos que teimam em deixá-los separados?

Proibido Pra Mim possui 193 páginas de uma história bem construída, de personagens bem trabalhados. É a narrativa de um romance proibido que se transformou numa perfeita história de amor.

“NORAH NEM PODERIA IMAGINAR COMO ESTARIA SUA VIDA. DE FATO, NÃO PENSARIA, POIS ETA UM FUTURO PERDIDO, HIPOTÉTICO, ALTERADO PELA PROVIDÊNCIA DIVINA. " pág. 188.

Entre tantos pontos positivos da história, o que mais me chamou atenção, o qual mais me agradou foi ver a Norah se redescobrindo mulher outra vez, se dando mais atenção, mais valor, se transformando em uma nova mulher.

Eu amei o romance todo, e se eu recomendo? Mas é claro que sim! E espero que gostem tanto quanto eu.



CAPA E SINOPSE:

Para Norah Mendes bastava ser a fotógrafa competente.
Bastava ser a mãe, ser a tia considerada e aceita entre os amigos dos filhos.
Então, jamais imaginaria que entre eles estive um que visse a mulher há sete anos esquecida, nem que ao descobrir o interesse fosse desejar um garoto tentador e proibido.




8 comentários:

  1. Um livro tão curtindo e que contém tanta coisa boa! Gostei muito!
    E quando eu li o título, logo me veio à mente a música dos Raimundos... Hahaha
    "Proibida pra mim, no way!"

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA | Promoção PQ SIM!

    ResponderExcluir
  2. Oi Fabi,.
    Apesar das poucas páginas, essa história é tão intensa e bem desenvolvida como ,quanto um livro com o dobro do tamanho. Com certeza, vale a pena dar uma chance.
    Beijos <3!

    ResponderExcluir
  3. Não lembro se já tive essa "neura" com a idade dos protagonistas kkkkkkkk
    Deve ser uma lida de uma sentada só, já que tem tão poucas páginas, me deu vontade de ler, parece que vale a pena dar uma chance ao moço do violão.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renata,
      Pra você ver cada neura que existe né? rsrs; essa minha foi deixada de lado graças a essa história linda, então com certeza, vale a pena investir nessas aulinhas de violão viu?
      Beijos <3

      Excluir
  4. Olhando a capa também não imaginei que o livro seria tão intenso assim.
    Também não sei se tenho essa neura, nunca li algo com uma diferença de idade tão grande, mesmo assim, fiquei com vontade. Adorei o enredo e já quero conhecer o professor de violão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yasmin,
      Eu só posso agradecer á esse professor de violão por ter me feito se libertar desse meu preconceito Literário e acho que você não irá se arrepender de " frequentar " as aulas de Caio rs.
      Beijos <3

      Excluir
  5. Dani eu também já li esse livro e amei.
    Nao imaginei que teria tantos acontecimentos em tão pouca página.
    Ainda não li o segundo, você já leu? O que achou?
    Adorei sua resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi ,
      Ainda não tive oportunidade de ler o segundo livro mas não tenho dúvidas que será tão bom quanto esse viu?
      Fico muito feliz que tenha gostado da resenha, obrigada.
      Beijos <3

      Excluir

Tecnologia do Blogger.