Header Ads

[Resenha] Ela nunca será minha (Reasonable Doubt #2) | Whitney G.

112 páginas || Whitney G. || Reasonable Doubt #2 || Ano 2015 || Universo dos livros || Romance Erótico || Skoob
Resenha por: Débora Favoreto


Como já havia comentado na resenha anterior, a autora tem uma escrita eletrizante. Com isso, Ela nunca será minha foi um livro envolvente e intenso do inicio ao fim.

O livro continua exatamente onde o primeiro acabou. Aubrey começa a descobrir sobre o passado perturbador de Andrew.

O plano de fundo ainda é o trabalho deles. Aubrey corre atrás dos seus sonhos, deixando um Andrew confuso com seus sentimentos para traz.  Com certeza, Aubrey me conquistou nessa parte. Ela não ficou por um amor não correspondido. Ela até tentou de várias formas conquistá-lo, mas quando viu que não teriam futuro, ela foi embora atrás dos seus verdadeiros sonhos, sem olhar para traz. Sem ouvir as inúmeras besteiras de seus pais, e sem ouvir o seu coração partido.


Ao mesmo tempo em que o livro é intenso, ele é divertido. O diálogo entre o casal me causa ataque de risos. Andrew é a sinceridade em pessoa (não quando o seu passado vem a tona). E a sinceridade dele, em certos pontos, chega a ser cômica.

Como no livro anterior, sempre que Aubrey e Andrew brigam, o sexo é o próximo passo para a reconciliação. E o sexo entre eles é tão gostoso, Andrew é gostoso em todos os momentos. Gente, que homem é esse?

Mais uma vez, preciso ressaltar, o único defeito dessa trilogia é a quantidade de páginas. Os livros são curtos demais. Com certeza daria para fazer um único livro. Mas por ser uma trilogia, eu com certeza, desejaria que houvesse mais páginas e histórias desse casal tão diferente e ao mesmo tempo tão completo quando estão juntos.

Agora fica aquela tortura, preciso ler o terceiro o mais rápido possível.


CAPA E SINOPSE:

Nesta série, a autora best-seller do The New York Times e do USA Today, Whitney Gracia Williams, mistura os mundos do Direito e da dança em uma narrativa apaixonante e erótica que vai fazer o leitor rir, chorar e querer (sempre) um pouco mais. No segundo volume da trilogia, Andrew Hamilton vê seu passado bater à porta, exigindo um enfrentamento de sua parte. Ele terá que finalmente baixar a guarda e reconhecer que há sempre que se considerar o benefício da dúvida, em cada caso... E é ainda nesse momento que a história da sedutora Alyssa começa a ser desenhada, talvez justificando, um pouco, suas atitudes... Será que o casal finalmente vai se entender?

3 comentários:

  1. Gostei de saber que a Aubrey é tão decidida quanto ao que quer; essa personalidade determinada não é muito comum nas mocinhas dos romances hots... Apesar das pouquíssimas páginas ainda quero muito ler esse livro.
    E como você amou ,tenho certeza que minha opinião será idem,Déb <3 !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, conhecendo o seu gosto literário, sei que irá amar Andrew tanto quanto eu amei. ^^
      Beijos

      Excluir
  2. EU NECESSITO DESSA TRILOGIA!!!!
    OMG!
    Necessito conhecer esse homem *depois daqueles trechos que compartilhou no face, fiquei doida por ele hahahah*

    COmo sempre as fotos estão impecáveis e adorei a resenha <3

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.