Header Ads

[Resenha] Taint | S.L. Jennings @editoracharme

Nesse exato momento, vocês provavelmente estão se perguntando duas coisas:
Quem sou eu? E o que estão fazendo aqui?
Vamos começar com a pergunta mais óbvia, ok?
As senhoras estão aqui porque não são boas de cama.
Não fiquem chocadas. Sexo não é mais tabu para ninguém com menos de oitenta anos. É melhor se acostumarem, porque, nas próximas seis semanas, vocês ouvirão tudo sobre sexo.
Se vocês se matricularam nesse curso, é porque estão totalmente cientes de que precisam de ajuda profissional para aprenderem a viver uma vida sexual plena. Precisam soltar sua libido, permitindo-se sonhar e simplesmente deixar seus corpos e hormônios assumirem o controle. Parabéns! Admitir é meio caminho andado. As que foram enviadas para cá pelo marido ou companheiro sequem as lágrimas e superem. Vocês aprenderão a fazer sexo.
E quem sou eu?
Bem, durante esse tempo, serei seu amante, professor, melhor amigo e pior inimigo. Sou aquele que vai salvar seu relacionamento e sua vida sexual.
Prazer, me chamo Justice Drake.
E transformo adoráveis donas de casa em mulheres selvagens na cama.
Agora... quem é a primeira?

230 páginas || S.L. Jennings || Editora Charme || Sexual Education #1 || Ano 2015 || Gênero: Romance / Literatura Estrangeira || Skoob



Adoro um romance hot, mas já estou cansada de todos serem parecidos, alterando apenas o nome dos personagens e alguns detalhes no enredo. Por isso, demorei um pouco para ler Taint, não queria me decepcionar. Mas, por incrível que pareça, esse livro foge do hot clichê que estamos vendo por aí.

Preciso começar dizendo que o modelo da capa é exatamente o personagem principal do livro. O famoso Justice Drake. É impossível ler e não sentir esse olhar sobre você.
Taint é um livro sexy, muito quente, além de divertido. Tive um misto de sentimentos que jamais imaginei encontrar com a leitura. 

Justice Drake é um homem intimidador e quente. Além disso, ele ainda ensina as mulheres a serem melhores amantes.  Ao mesmo tempo, é um homem frio, calculista que só pensa no seu serviço. Tudo isso até conhecer Ally...

Ally é uma mulher totalmente diferente de tudo que Drake já encontrou, e, com certeza, ela foi à única capaz de derreter seu coração frio. Porém, Ally é casada, e o marido acha que ela necessita dos serviços de Justice. Segundo seu esposo, ela é uma mulher fria e nada sexy, algo que Justice discorda logo no primeiro contato com ela.

Mesmo sendo uma das mulheres mais ricas, Ally é simples, não vive cheia de maquiagem, não deixa de assistir sua série favorita, mas não é feliz em seu casamento. Aliás, nunca foi.  E por isso é muito gostoso ver o desenvolvimento da personagem na história, acompanhar o seu dia-a-dia, sua simplicidade, confesso que é impossível não se apaixonar. Entendemos perfeitamente o motivo pelo qual ela foi à única que conquistou o coração de Justice Drake. Adorei saber que temos algo em comum; também sou completamente apaixonada por sorvete de menta com chocolate, e concordo plenamente quando ela diz que quem ainda não experimentou esse sorvete, não sabe o que é viver; ou algo assim.

"Ally pode ser de Evan por lei, mas ela é minha por natureza. E em uma batalha entre leões, ninguém dá a mínima para o que é legal."

Drake e Ally se tornam melhores amigos, ele não quer só a amizade, mas aceita a situação de Ally, o dia-a-dia do casal e a cumplicidade que ambos conquistaram quando estão juntos, é muito cativante. Eu fiquei completamente vidrada com as reviravoltas que o livro dá. A Autora foi genial em todos os aspectos.

O único ponto negativo que encontrei foi que quando o livro estava chegando às últimas páginas, a história começou a correr. Os momentos importantes, não tiveram tanto destaque, quanto as aulas do Justice. E no final, eu fiquei querendo mais. Fora isso, para quem gosta desse gênero literário, o livro é mais do que perfeito.



3 comentários:

  1. Já fiquei doida para ler.
    Sério que ele ensina mulheres a serem ótimas amantes? OMGGG!
    Amei.

    ResponderExcluir
  2. Guria, mais que resenha foi essa? Preciso do Justice Drake para ontem! HAHA
    Eu fiquei com o pé muito atrás com esse livro pela premissa de ser um HOT como você mesmo disse, parecido com todos os outros e eu admito que eu não gosto tanto de HOT sem história por isso tenho meus problemas com Cretino Irresistível, mas agora fiquei intrigada. Será que TAINT é tão irresistível quanto parece?
    Guria, lá se vai o meu dinheiro HAHA

    Obrigada pela resenha, ajudou bastante!
    Dona Caroline - http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não sou fã do gênero por ser tudo repetido.
    Só de saber que esse é diferente e que você ficou tão animada, deu vontade de ler. hahahah
    Adorei a resenha

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.