Header Ads

A Garota de GreenWich | Vanessa Preuss


Hoje, venho apresentar uma obra que, estou louca para ler. Tenho certeza que até o final do post, você também ficará!



A garota de Greenwich - Cinco meses antes de eu nascer, meu pai e minha mãe se mudaram de Londres para o Brasil. Além de roupas e uma pequena quantidade em dinheiro, um pequeno livro de Alice no País das Maravilhas é o único presente que minha avó me dá de presente em nossa despedida. Nasci com as bochechas salpicadas de emoção e grandes olhos claros quando meu pai decidiu que eu me chamaria Roberta Campanaro Cartner, a garota que o destino escolhera para ter sorte. Olhando para todo o percurso, admito ter tido isso; porém, também confesso que abusei da ousadia e coragem. Eu nunca pude prever o quanto a decisão de ir a Londres mudaria minha vida. Nem depois daquele acidente com Jacques, ou do encontro com minha mãe. Mas tudo mudou radicalmente depois que voltei de Londres. Agora, minha vida se resume a contratos, roupas, beauty, um blogger, livros e muitas saídas. Não paro de escrever um minuto. Não paro de pensar. Principalmente, sobre como tudo isso aconteceu...

Conhecendo a autora

Eu me chamo Vanessa Preuss, tenho 22 anos e nasci no território catarinense, mas me considero gaúcha desde que me dou por gente. Por onde quer que eu vá, carrego comigo uma bolsa amarela (em homenagem à Bolsa Amarela da Lygia Bojunga, uma de minhas descobertas da infância :) ) e  um dos maiores sonhos do mundo: ser escritora! Apesar de desafiador, esse mundo me devora e inspira a cada dia, levando-me a experiências únicas e verdadeiras, o que sempre desejo a cada um de meus seguidores! Sou escorpiana, mas um doce de pessoa, juro! rs Sensível, mulherzinha e principalmente determinada, entro de cabeça e só saio quando tudo estiver pronto e finalizado. Reparo nas pequenas coisas, sempre me preocupo com a mensagem e varro meus dias espalhando o máximo de minha cota de sorrisos! Finalmente, me considero uma pessoa feliz, realizada, com um punhado de sonhos na cabeça. O meu principal tem me levado à pessoas e lugares incríveis, o que faz dessa minha vida algo tão especial!
Espero, do fundo do meu coração, que você se sinta assim com meus livros e neste meu espaço! Seja bem-vindo! Welcome! A vida é o que acontece agora!

Curiosidades:

COMO TUDO COMEÇOU?
Tudo começou em dezembro do ano passado, 2013, num dia de calor fumegante em que eu estava no final de semana olhando para minha história que eu já escrevia e estava decidida a por um fim, quando eu disse: “Na próxima, vou fazer uma personagem realmente influente. Relevante, dona da própria cabeça e que tem um destino incrível”. Continuei escrevendo a história da época, até que percebi que eu estava apenas enrolando o inevitável: eu realmente precisava de um história nova. Bem na época, li Cinquenta Tons de Cinza, o que acho que me influenciou um pouco. Não: a história não é de sexo explícito, nem carrões, nem se passa em Seattle. Mas a história tem sim uma menina ingênua, que atiça a curiosidade de um galã, que corre atrás dela, mas de uma maneira, digamos.. Diferente. O que mais? Continue lendo.

COMO A PRIMEIRA LINHA COMEÇOU?
Na época, eu já tinha um blog, só que pouco atualizado. Decidi então escrever uma postagem. Feminina, sobre sonhos, decisões, mudanças na vida. Ele não virou postagem nem crônica. Virou um livro, e não parei de escrever até que quatro meses depois, eu estivesse pronta.

SOBRE O QUE O LIVRO FALA?
Lembro-me do maior medo que eu tinha quando terminei meu livro. Como vou publicar? Como chamar a atenção da editora? Acho que esse é um desafio para todo escritor que vai lançar o primeiro livro. Então, antes de dizer que eles precisam a todo custo publicar sua obra e que ela será o próximo best seller(acredite, esse é um péssimo argumento porque você nunca poderá prever isso), você terá que arriscar. Comece com uma história que chame a atenção, que prenda seu público. Tá, e como fazer isso? Resposta: Eu não sei.. rs A única forma de você conseguir escrever bem é treinando, treinando, treinando. Todo dia. Sem parar. A prática pode não levar à perfeição, mas chega perto dela. Leia muito e permaneça nesse esquema até o fim dos seus dias. Comigo foi assim. Escrevi simplesmente muito (muito mesmo! ) antes de pensar em publicar. Meu livro conta a história de Roberta Cartner, uma garota que vê seu mundo virar de cabeça para baixo depois de conhecer Jacques Sulavan. Ela decide fugir de carro e reencontra sua mãe depois de sofrer um acidente, e que lhe dá dicas preciosas para ela reencontrar seu caminho. Depois disso, ela segue para Londres, onde sua avó mora, e é lá que a magia e o encantamento apenas começam a acontecer.

COMO FOI CONSEGUIR UMA EDITORA?
Quando eu terminei de escrever meu livro, eu não tinha ideia alguma de como conseguir uma editora. Comecei a procurar e fazer listas delas e se o gênero literário batia com o que eu tinha escrito, e me joguei. Você percebe de cara a diferença entre elas: algumas só aceitam via email, outras impressas, outras somente com registro na Biblioteca Nacional. Para quem não sabe, o registro é muito importante para comprovar e manter a autoria do seu livro, sem que ninguém possa roubá-lo. Isso é difícil de acontecer, mas nunca se sabe, né?
Voltando, como meu livro tem quase trezentas páginas, mandei primeiro para aquelas que aceitavam via email, pedindo delicadamente se aceitava a mesma anexada ao corpo da mesma página. Educação e bom senso é tudo, ainda mais com editoras que não te conhecem e recebem milhares de originais todo o dia! Então, pacientemente como escrevi, esperei. Mandei para umas quatro editoras por email e imprimi uma via caso precisasse começar a mandar para editoras via correio. Usei toda minha cota de folhas da universidade e ainda faltou.. rs Mas no fim, depois de esperar, esperar, esperar (até que não foi tanto assim, um mês e pouco), tudo aconteceu. Recebi duas propostas positivas, analisei a melhor e corri para o abraço!

O QUE SIGNIFICA “GREENWICH”?
Green significa verde, e wich não tem tradução literal.  Mas nesse caso, Greenwich é um bairro de Londres, onde a personagem passa parte da história e amadurece. É lá que fica o Meridiano de Greenwich, que divide o mundo em ocidente e oriente, definindo sua langitude. Uma cidade linda para quem for um dia à Londres. Se forem, visitem!!

QUAL É A SENSAÇÃO?
Depois que a editora me deu o aval positivo e fechamos, não sei dizer qual foi a sensação que tomou conta de mim. Eu achava que  não poderia ser maior e mais contagiante, e só tinha vontade de sair dando pulinhos por aí. Para mim, ele sairia mais para o final do ano. Francamente, eu esperava só para dezembro. Já preparava minhas bandeirinhas de Natal e mais outras de A Garota de Greenwich para abanar pra lá e pra cá, minha dedicatória, minhas lágrimas, mas tudo veio bem antes! Infartei semana passada quando eles me contaram que meu livro tinha saído, na pré-venda! Acho que a emoção maior foi porque eu jamais esparava para agora, agosto, e pelo tamanho carinho e congratulações que venho recebendo. É boom demais!!!



Viram só? Não disse que também ficariam apaixonados! 

Acompanhe a autora nas redes sociais:


 A Garota de Greenwich fala principalmente sobre a importância de acreditarmos em nossos sonhos e corrermos atrás deles, de uma forma bem-humorada e divertida. - Vanessa Preuss


Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Youtube | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad



5 comentários:

  1. Não conhecia a autora e nem o livro.
    Realmente, adorei a proposta!
    O livro parece ser muito bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante da proposta da autora, inclusive as curiosidades!
    Um Gênero que realmente, faz o meu tipo.

    ResponderExcluir
  3. Que capa linda! E a premissa promete
    Não conhecia a autora mas agora vou ficar de olho nela
    Beijos e seguindo
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.