Header Ads

[Resenha] O Refúgio do Marquês | Lucy Vargas


O Refúgio do Marquês - "Agora você é meu refúgio e, com certeza, o mais belo".

Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes.
Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.
Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.
Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.
Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?

310 páginas || Editora Charme || Ano 2015 || Lucy Vargas || Literatura Brasileira || Skoob
* Livro cedido em parceria com a editora


Ler romances de época faz com que eu tenha certeza que nasci na época errada. Fico extasiada com essas histórias.

A Baronesa Caroline recebe uma carta da Marquesa Hilde solicitando sua presença. Com a chegada de Caroline, Hilde acaba confessando que convocou a sua presença, porque tinha uma proposta irrecusável para ela. A proposta apesar de inesperada era muito boa, e Caroline por não estar financeiramente bem, acaba aceitando.

Caroline acaba passando por dificuldades financeiras devido a morte precoce de seu marido. Ela nunca foi feliz no casamento, já que, foi vítima de uma emboscada realizada pelo falecido Barão. Após ter sua reputação comprometida, Caroline acaba se casando, isso foi visto pela sociedade como um grande feitio, porque ela era a primeira da família a se casar com um nobre real. Só que sua vida nunca foi um conto de fadas, e se casada já era ruim, viúva as coisas pioraram. Mas com a missão que lhe foi dada, Caroline será capaz de mudar para sempre sua vida.


A proposta que Lady Hilde propôs, consistia em ter Caroline cuidando e organizando a mansão dos Bridigton, mas o único problema é que, na mansão vive o retraído Marquês Henrik, filho da viúva Hilde, e sua esposa. Para vocês isso pode não parecer um problema, mas acreditem é um problema, e dos grandes.

Há cinco anos Henrik não é o mesmo. Seu passado foi marcado por um doloroso acontecimento, e se não bastasse isso, a sua esposa não tem condições para nada, vive acamada. Com isso, ele se refugiou em suas terras, e como não havia ninguém para dar ordens na mansão acabou que, estava se tornando mais como uma casa abandonada, do que uma habitada.


A ideia da viúva marquesa era nada mais, nada menos, do que fazer com que a mansão fosse digna de visitas novamente, para que ela pudesse encontrar uma nova esposa para seu filho, já que a atual era uma louca; e ninguém melhor para fazer isso acontecer do que Caroline. Mas, a notícia da chegada de Caroline e sua função na mansão não foram bem vista por Henrik, tanto é que ele a manda embora no primeiro dia. Mas Caroline em momento algum acata essa ordem, ela está na mansão com um propósito, e só saíra de lá, quando tudo estiver perfeito.

Caroline consegue fazer o impossível e dar cor e alegria a casa e a vida do Marquês, e é assim que ele começa a vê-la com outros olhos. Mas com as mudanças na mansão indo tão bem, claro que, a marquesa começa sua busca pela esposa perfeita para seu filho. Só que Henrik não está nenhum pouco interessado nas pretendentes que sua mãe lhe apresentou, na verdade, seu coração está derretido por causa de Caroline.

O primeiro sentimento que tive ao conhecer Henrik foi o de tristeza, pois ele era um homem tão jovem, mas tão destruído pelas lembranças dolorosas de seu passado. Porém, ao decorrer da leitura, tive o prazer – e vocês também terão –  de vê-lo renascer. E é a partir desse momento que me encantei por seu jeito, que não segue as regras da sociedade, e por fim, se torna impossível não se apaixonar por ele.


Lógico que nem tudo são flores e o livro chega a um ponto critico e tenso, que nos deixa com o coração na mão. O refúgio do Marquês foi o tipo de livro que me deixou sorrindo por fora e surtando por dentro. Um romance que nos envolve e nos encanta a cada página

Confesso que estava louca para ler, mas não tinha ideia que iria me apaixonar completamente pelo enredo e os personagens. É o primeiro contato que tenho com a autora, e afirmo que fiquei encantada com sua narrativa.

A autora soube conduzir a história de tal forma e de uma leveza imensurável. Talvez, minhas cinco estrelas não tenha sido o suficiente para descrever a qualidade e o amor que tive com a leitura.

Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad




6 comentários:

  1. Que livro mais fofoooooo
    Gente, quero esse marquês para mim. hahahah

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, também quero esse Marquês selvagem. Ele é demais!
      Leia, você vai amar!

      Excluir
  2. Que resenha mais linda! Fiquei louca para conhecer esse Marquês.
    Adoro romance de época e saber que esse é nacional, adorei mais ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yasmin esse livro é muito lindo! Já estou com saudades do marquês.

      Excluir
  3. Que resenha mais linda!
    Sou apaixonada por romances de época e não conhecia esse livro, já entrou para minha wish list.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaís esse livro é lindo demais. Vale a pena comprar!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.