Header Ads

[Resenha] O príncipe dos canalhas | Loretta Chase


O Príncipe dos Canalhas - Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho. Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

288 páginas || Loretta Chase || Editora Arqueiro || Série Canalhas #03 || Ano 2015 || Gênero: Literatura Estrangeira/ Romance de época || Skoob



A história começa bem chocante.

  Na primavera de 1792, o terceiro marquês de Dain perdeu sua esposa e quatro filhos. E como já tinha 42 anos e ficou sem herdeiros viu-se obrigado a casar novamente, então no final de 1793 casou-se com Lucia de 17 anos.

  Não demorou muito e ele encontra-se arrependido dessa união ao descobrir o quão mimada e temperamental era, e ficou horrorizado com o quão desinibida era na cama. Até que finalmente em maio de 1795 nasceu seu herdeiro, mas a decepção é evidente.

 "Seu herdeiro era uma coisa verde e enrugada com grandes olhos negros, braços e pernas desproporcionais e um nariz grosseiro e exagerado. E chorava a plenos pulmões, sem parar."
  
O pequeno Dain - Sebastian - cresceu reparando na diferença que tinha com as outras pessoas, se assemelhando somente com o desenho um diabinho que encontrou num livro infantil.

 O casamento de seus pais era infeliz, e a todo momento ele tinha que tomar cuidado com o que falava para não desagradá-los, por isso raramente falava ou demonstrava algum sentimento, o que enlouquecia seu pai.

  Quando tinha 8 anos sua mãe saiu com sua dama de companhia e não voltou mais. A única pessoa que demonstrava algum ato de carinho consigo o havia abandonado e seu pai lhe diz pra não falar mais dela porque ela era 'Jezebel'.

 "... Não fale dela novamente. Ela é uma criatura maligna e demoníaca. Seu nome é Jezebel, e 'os cães devorarão Jezebel no campo de Jezreel'."

  Pois é. É perturbador pra uma criança ouvir isso sobre sua mãe.
  Logo depois seu pai o pega rezando e isso pra ele foi a gota d'água colocando um menino em um colégio interno.

  Até que 16 anos depois ele recebe uma carta avisando sobre a morte de seu pai e que herdava tudo, incluindo o título de marquês. Não demorou muito acabou indo para França morar em Paris.

  Calma gente. Tudo isso é só o prólogo.

  Agora com 33 anos ele é conhecido como lorde Belzebu e no qual nenhuma dama respeitável quer qualquer tipo de relação.

 Jessica Trent é uma jovem feminista de 27 anos que vai a Paris atrás de seu irmão Bertie que é um dos amigos do marquês de Dain e que está prestes se afundar em dívidas se continuar esbanjando com o tal. Jess está disposta a negociar com o temido lorde para conseguir o que quer, mas este não quer e se diz disposto a acabar com sua reputação. Só que a morena não fica atrás.

  "Ela se sentou de maneira bastante ereta na cadeira e cruzou as mãos delicadas e enluvadas sobre a mesa.
  - Pois eu gostaria de vê-lo tentar. - declarou ela."

  Já deu pra sentir o clima.
  O livro é cheio de rixas entre os dois e tentativas extravagantes de escandalizá-la, mas ela não se deixa abalar mesmo o homem lhe sendo tentadoramente irresistível.

  Por algum motivo sua feição séria e olhar intimidador lhe atrai e aos poucos começa a perceber os breves momentos em que demonstra qualquer tipo de emoção. Ou assim acredita.

  Mas eles não estão se entendendo tão bem assim. E isso se prova no dia em que ela aparece em sua casa e tenta matá-lo.

 Gente. Sinceramente eu ri demais com esse livro. As brigas e desavenças entre eles é muito empolgante e envolventes. O romance flui mais pro meio do livro e muita coisa ainda acontece. O final foi perfeito e eu queria muito que não tivesse acabado.

  Ele é narrado em terceira pessoa e varia nas visões de Jessica e Sebastian apesar de poucas vezes mostrar de outras pessoas.

 Esse é o primeiro livro da série Canalhas e cada um será de casais diferentes e envolventes de sua maneira.

 Por culpa dele estou na fase dos romances de época.

Espero realmente que vocês gostem tanto quanto eu.
Um beijão a todos e até mais.


Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad



6 comentários:

  1. Olá!

    Não sabia que esse era o terceiro livro, mas fiquei bem interessada nele e nos primeiros volumes da série. Gostei bastante da sua resenha e estou gostando de romances de época, coisa que há pouco tempo não era. Os gostos vão mudando, rs. Anotei na lista de desejados. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob
    www.estantedarob.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rob, aqui no Brasil ele foi o primeiro da série a ser lançado, porém lá fora ele é o terceiro. Cada livro conta uma história diferente, por isso a ordem não altera em nada.
      Obrigada pela visita e pelo carinho!.

      Beijos.

      Excluir
  2. Ainda hoje existem homens que ficam 'indignados ou horrorizados' com o fato de mulheres sentirem prazer na 'cama'... é perceptível que marquês de Dain é um perfeito pateta, como muitos que existem ainda hoje. Sua resenha ficou muito boa, na verdade, a melhor que li sobre esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Ola Nat eu amei esse livro há tempos o diálogos entre os protagonistas me prendia tanto pela inteligência, Dain nosso Lorde e Jessica forma um casal perfeito, gostei muito da maneira como a história foi fluindo muito bem. Já entrou para a lista de meus queridinhos. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. Oláá
    Só ouvi elogios do lançamento e parece ser muito interessante, gosto de romances mas não de época, então não é um gênero que gosto muito, mesmo assim, ótima dica para quem curte.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ai esse Canalha é o mais lindo que eu já coloquei meus olhinhos de leitora ^-^
    Amei infinitamente esse livro, e meio que estou na vibe de romances de época.
    Adorei a Jess, toda segura de si, e o Dain, OMG! Morri de amores por ele!!

    Adorei!
    Beijos
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.