Header Ads

[Resenha] A Herdeira | Kiera Cass

A Herdeira - No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.


392 páginas || Editora Seguinte || Ano 2015 || Autora: Kiera Cass || Gênero: Jovem adulto/Literatura Estrangeira/Romance || Skoob




Oi pessoal
Quem aqui leu a série A Seleção? Então definitivamente não pode deixar de ler a Herdeira.
É basicamente a continuação da trilogia, mas agora contada pela filha da América com Maxon.

Eadlyn já está com seus 18 e desde pequena foi ensinada pelo pai sobre os assuntos de seu futuro cargo.
A meu ver ela foi mimada durante toda vida, mas apesar disso você ainda gosta dela.
Seu maior porto seguro é seu irmão gêmeo Arhen, que por mais que o ame, sempre o culpou por não ter nascido primeiro e herdado a coroa. Por causa de míseros sete minutos...
Além dele ela ainda tem mais dois irmãos: Kaden de 14 anos e Osten que é a criança mais arteira que já vi.

Sua vida poderia estar perfeita dessa forma, mas o povo de Illéa está insatisfeito e se rebelando. O fim das Castas não agradou a todos e a nova geração está revoltada por ser discriminada por antigos costumes. A única forma que o rei viu para acalmar o povo seria uma distração, e nada melhor do que uma nova seleção, mas desta vez pra futura herdeira.

Eadlyn, no entanto fica louca da vida com isso, mas consegue fazer um acordo com seu pai para não ser obrigada a se casar caso não se apaixonasse por ninguém. Ela está disposta e enrolar por três meses e mandar a maioria embora e alguns ela esperava que saíssem por vontade própria.

Mas qual não é sua surpresa ao selecionar Kile Woodwork, filho de Marlee e por quem ela sempre teve certa implicância.

 "— Ah! De Angeles… — rasguei o papel e puxei a última ficha. Sabia que meu sorriso
provavelmente tinha vacilado, mas não pude evitar. — Sr. Kile Woodwork.
 Ouvi as reações dentro do estúdio. Vários suspiros admirados, um punhado de gargalhadas, mas o que ouvi mais claramente, óbvio, foi à reação do próprio Kile. Ele deixou o livro cair."

Essa é uma das cenas mais engraçadas do começo.
Mas mesmo com esse contratempo, Eadlyn está disposta a continuar com o plano e logo no segundo dia ela já elimina onze concorrentes da forma mais fria que se possa imaginar.

 "Passei por Paisley Fisher e o escutei engolir em seco quando parei ao seu lado. Sorrindo, coloquei a mão em seu ombro e disse:
 — Pode ir.
 Ele olhou para as pessoas em volta.
 — Ir?
 — Sim. Obrigada pela participação, mas sua presença no palácio não é mais necessária.
 Como ele continuou parado, cheguei mais perto e sussurrei minhas instruções.
 — Quanto mais você ficar, mais vergonhoso será. É melhor sair."

Então... Já deu pra sentir o clima né?
Mas apesar disso tudo você não consegue odiá-la. Dá pra entender suas razões.
E logo depois dessa tensa eliminatória, ela quer mostrar que não é tão fria e que tem um pouco de romance na história, então procura fazer um acordo com Kile:
Ele quer convencer a mãe a deixá-lo sair de casa, e ela quer que ele a beije na frente da câmera. Mas eles não esperavam que pudesse ser tão intenso...

 " Kile baixou o rosto, se aproximou e me beijou por um momento. Então seus lábios
se abriram, se fecharam e se abriram de novo. Respirei fundo entre um beijo e outro
porque tinha a sensação de que haveria mais.
Eu estava certa, e que bom, porque nunca tinha sido beijada daquele jeito e queria mais."

Compreenderam minha empolgação?
Apesar de ter adorado essa cena, ainda terá alguns garotos com quem Eadlyn poderia ficar. O que a deixa muito confusa com isso tudo.

Mas nossa história não aparece só à seleção. Nossa menina também sofre ao descobrir que seu próprio povo não gosta dela e ela nem ao menos sabe o motivo...

Cenas tristes, cenas engraçadas, cenas românticas... Nesse livro Kiera Cass nos apresenta a uma protagonista completamente diferente e que em alguns momentos ainda não gostamos dela, mas em outros sentimos compaixão.

Assim como a primeira trilogia é contado em primeira pessoa e apesar do livro ser juvenil eu diria que é para todas as idades.

Estou apaixonada por essa nova história que me envolveu completamente e com personagens apaixonantes. O negócio agora é esperar pelos próximos. Espero que gostem tanto quanto eu.

Um beijão a todos e até a próxima.

Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad

6 comentários:

  1. Estava doida lendo resenhas sobre esse livro. Amoooo A Seleção, mas estava ouvindo muitas pessoas falando mal da Herdeira, não do livro em si e sim na personagem, então fiquei com medo de comprar, mas adorei saber que ela tem seus motivos e que mesmo assim é apaixonante. Com certeza vou comprar.

    Beijos adorei a resenha... #KieraÉVida

    ResponderExcluir
  2. Comprei o meu livro na semana e comecei a ler hoje, estou odiando a Eadlyn, mas fiquei feliz em saber que vou ama-la até o final do livro, por que "ô menina chata"! hahhaha
    Adorei a resenha e sou apaixonada pelos livros da autora....

    ResponderExcluir
  3. Sou completamente APAIXONADA por América e Maxon.... Meu casal preferido!
    Estou louca para ler a Herdeira, hj fui num evento do livro em SP. E gente, é mtoooo amor envolvido.
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com o que disse esse livro mesmo sendo classificado como juvenil, é uma leitura para todas as idades, eu terminei a Herdeira hoje e já li todos os outros da série, mesmo aqueles que foram lançados só em e-book, assim você pode ver o quanto sou fã da Kiera Cass, mas devo confessar que estou em estado de choque, e muito desesperada para ler a continuação, o pior é que se esse foi lançado agora, quando será que vou conseguir matar a minha curiosidade? Com certeza o desespero é gritante!
    Adorei a resenha...

    ResponderExcluir
  5. Comprei o meu livro da Herdeira ontem e comecei a ler hoje e confesso que é viciante, não dá para largar.
    Sou fãããã da Kiera Cass, tenho o livro A Escolha autografado e ele é o meu amorzinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Ainda estou lendo "A Escolha" e estou adorando a trilogia! Com certeza, quero ler este livro também.

    Adorei o blog!
    Estou seguindo.

    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.