Header Ads

[Resenha] Cerejinha | Raine Miller @sumadeletrasbr


Cerejinha - Esse livro é um spin off da série O Caso Blackstone e conta a história de Elaina e Neil.
“Elaina Morrison sempre amou Neil McManus. Ela não se lembra de um momento em que não o amava. Passando por tragédia e anos de separação dolorosa, seu amor é verdadeiro… Até que a vida pisa em seu coração, estilhaçando seu sonho perfeito, ensinando a ela como é difícil deixar ir.
A vida real não tem nada de sonhos românticos, no entanto, como os dois aprenderam repetidamente. É ruim em grande parte, deixando cicatrizes dolorosas em toda a caminhada. Mas Neil não vai desistir. Ele suportou anos de saudade e sacrifício para esperar por ela. Sempre um soldado, ele sabe o seu caminho para um campo de batalha, e para ganhar Elaina não é diferente. Então, isso é exatamente o que Neil vai fazer. Ele vai à luta, fará Elaina ver o que ele já sabe. Que ela será para sempre a sua Cherry Girl…”

 208 páginas || Editora Suma de Letras || Ano 2015 || Autora: Raine Miller || Gênero: Literatura Estrangeira/Romance || Spin off de O Caso Blackstone || Skoob
* Livro cedido em parceria com a editora.




Sem muito drama, cerejinha é um livro que te conquista pelo amor irradiado entre os protagonistas. Algo que é difícil explicar com palavras, mas a cada página conseguimos entender sua proporção. 

Preciso dizer que não li nenhum livro da série, mas ao terminar Cerejinha desejo ter a série inteira na minha estante. A narrativa da Raine Miller é completamente arrebatadora. 

Bastou um olhar e Elaina já reconhecia o sentimento que estava nascendo dentro dela. Ela tinha 10 anos quando seu irmão levou Neil para jantar em sua casa, vendo o quanto ele era lindo e generoso sabia que aquele sentimento seria eterno, mesmo havendo uma diferença de idade considerável entre 
eles. 

“Tímida e envergonhada, tentei assimilar a ideia de que eu havia encontrado o homem com quem um dia queria me casar.”

Neil não teve uma infância muito fácil, seus pais eram separados e ele morava com sua mãe e sua avó, mas quando elas morrem ele é obrigado a ir morar com o seu pai “ausente”, assim que ele conhece Ian sua vida muda completamente, após o jantar na casa do Ian ele é recebido de braços abertos pela família do amigo, fazendo com que ele voltasse a se sentir amado. Nesse momento Neil se torna filho de coração do casal, irmão de Ian e o protetor da cerejinha. Neil apelidou Elaina de cerejinha devido à cor do seu cabelo. “Eles eram quase pretos com tons vermelho escuro por dentro”.

"Lembro a primeira vez que ele tocou meu cabelo. A recordação é tão nítida quanto era no dia em que aconteceu, e eu não conseguiria esquecer nem que quisesse. Porque foi também a primeira vez que ele me salvou...".

Quando Elaina estava com 14 anos e Neil com 21, ele entra para o exército, na sua festa de despedida ele fica grudado o tempo todo com sua namorada Cora, mas assim que ela vai ao banheiro, cerejinha vê uma oportunidade para se despedir com mais privacidade. Cerejinha entrega uma pulseira da sorte que ela mesma fez em couro com dois pingentes; um do símbolo do infinito e outro com duas corujas da sorte para lhe dar segurança, na verdade ela fez duas pulseiras idênticas, a dela seria para rezar todos os dias para ele ficar bem. E a forma que Neil a agradece já faz você suspirar. 

“Nunca mude cerejinha. Seja sempre como é agora. Você é completamente perfeita.”

E ela muda...

Um tempo após a partida de Neil, o pai de Cerejinha morre no ataque de 11 de setembro e tudo em sua vida muda, o irmão sai de casa e vai para a faculdade, sua mãe afoga as magoas na bebida e a garotinha ingênua se transforma, começando a se envolver e a andar com pessoas no qual ela tinha certeza que se seu pai estivesse vivo ficaria envergonhado e a proibiria de se relacionar com eles. 

Nada mais fazia sentido. Neil havia ido embora, seu pai havia falecido, sua família estava destruída, mas quando ela completa 18 anos tudo muda. 

Após passar mal em um Pub, Neil a leva para seu loft. Sendo observada por ele, cerejinha acorda na madrugada e eles começam a conversar, onde ambos acabam descobrindo que o sentimento que tinham um pelo outro sempre foi recíproco, mas que Neil sempre esperou o momento e a idade certa para se declarar. 

Um amor tão antigo e ao mesmo tempo tão intenso se transforma em um problema quando Neil tem que voltar para o exercito por 10 meses. Em sua última noite na cidade, sua ex-namorada Cora aparece em seu loft e inventa uma mentira separando o casal, Neil não tem tempo para conversar com cerejinha, pelo fato dela desaparecer fazendo com que ele retorne ao exercito destruído.

Os meses se passam e Neil volta de sua missão, assim que procura a família de cerejinha eles informam que ela está bem e não quer que ele vá atrás dela, muito menos que entre em contato, sendo assim Neil respeita sua decisão. 

O amor sendo paciente e bondoso. Não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. Sendo assim, será que o amor de Neil e Cerejinha irá vencer toda essa dor e esse tempo perdido? 


O desenrolar dessa linda estória é tão profunda que te prende do início ao fim. Neil como sempre é carinhoso mesmo sendo forte, é bondoso mesmo sendo sério, e continua sendo um homem especial após passar os últimos anos mais fodidos de sua vida. 

Devo ressaltar que a Editora Suma está de parabéns com toda a diagramação e tradução. Cerejinha tem um lugar especial na minha estante, esperando apenas seus “colegas” da série tomar seu lugar ao lado.

P.S: Estou aceitando todos esses outros livros da série de presente. 


Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad

5 comentários:

  1. Quando vi essa capa fiquei doida para ler, mais sabia que fazia parte da série e como não li não comprei. Agora fiquei doida sabendo que não preciso ler os outros para poder comprar esse.
    Como sempre, adorei a sua resenha.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Eu amooooo os livros da Raine Miller, já li todos da série O Caso Blackstone, falta só esse. Estou louca para conhecer a estória do Neil e da cerejinha... Adorei a resenha. ♥

    ResponderExcluir
  3. Que resenha linda.
    Não li a série mas fiquei morrendo de vontade de comprar todos também, esse é um tipo de leitura que eu adoro.
    Também não sou muito fã de livros cheios de dramas, prefiro muito mais um assim.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Seu blog e suas fotos são lindas, mas suas resenhas são encantadoras.
    Você escreve com o coração e isso é nítido. Quando quero comprar um livro sempre dou uma passadinha por aqui. Continue com esse carinho que tem com tudo que faz, o sucesso será garantido.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Aiiiiiii que linda. Comprei os três primeiros livros da série. Ansiosa para ler e agora mais ainda, necessito ler Cerejinha. Parabéns pela resenha linda <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.