Header Ads

[Resenha] Fury | Laurann Dohner @UnivdosLivros


368 páginas || Editora Universo dos Livros || Ano 2015 || Autora: Laurann Dohner || Gênero: erótico/Ficção/Romance || Skoob

Nossa... O que dizer...? 
Acabei de ler o livro.
Ele é perfeito.
Quem conhece e gosta da Irmandade da Adaga Negra vai amar o livro. É bem no mesmo estilo.

Ellie é uma enfermeira que trabalha infiltrada numa indústria de experimentos genéticos chamada Mercile. Ela foi contratada para conseguir provas de que a empresa estava trabalhando ilegalmente com mutações humana e poder conseguir um mandado de busca para salvar as pessoas em cativeiro.

Mas uma delas em especial lhe chamava a atenção.
O experimento 416 prendera sua atenção desde a primeira vez que o vira. Seus músculos fortes e porte alto eram marcantes, mas o que a fascinava eram os leves traços caninos em seu rosto. Vê-lo a motivava a continuar com seu disfarce.

Todas as vezes que precisava tirar sangue ou aplicar alguma injeção nele, percebera que ele não rosnava como fazia com os outros, apenas ficava observando-a com seus belos olhos verdes.
Sempre que tinha uma oportunidade ela o observava de uma sala escondido que descobrira por acaso, e foi dessa forma que presenciou o que poderia ter sido a morte dele.

O enfermeiro Jacob sempre teve uma rixa com esse experimento em específico, e estava mais bravo ainda por este ter quebrado seu nariz uma semana antes. Ele estava disposto a se vingar por isso e da pior forma possível.


Quando Ellie o vê entrando na cela e fazendo sinal para que desligassem a câmera, ela começa a entrar em desespero pensando em alguma desculpa pra entrar lá e interromper.
Ela sai de seu "esconderijo", pega o material de coletar sangue em outra sala e vai o mais rápido possível ajudar 416.

Assim que entra na sala é bem tenso... Eu particularmente fiquei com o coração na mão.
Não darei muitos detalhes da cena, mas quando Jacob a viu ficou assustado já que não esperava ninguém por lá, e quando Ellie vê o estado do homem no chão, sente uma raiva tão grande que quando vê já estava em cima do - monstro - médico que tinha feito aquilo.

Essa cena é bem chocante e no fim Ellie percebe tarde demais o que tinha feito.
Jacob estava morto sob seu corpo e 416 a olhava alarmado com o que havia acontecido.
A mulher o examina pra ver se estava tudo bem com ele, mas se sente obrigada a fazer uma coisa que sabia que se arrependeria pelo resto de sua vida.

Como está com as provas que podem salvar todas as Espécies em cativeiro, não podia se arriscar a ser descoberta antes que conseguisse sair de lá. Sabendo que ninguém mataria 416 por ele ser extremamente importante para suas pesquisas, arma para que parecesse que o enorme macho tivesse matado o médico e que tinha escapado por pouco do mesmo destino.

Mas ele não interpreta da mesma forma. Acredita que fazendo isso, ela o traiu da pior forma que poderia e mentalmente jurou se vingar da fêmea e que a mataria se um dia cruzasse seu caminho novamente. Ellie conseguiu provas o suficiente e foi liberado um mandato de buscas pra salvar todas as espécies presas e foram descobertas várias atrocidades que faziam com ele.


Essas pessoas tiveram seu DNA alterado com três tipos de espécies: caninos, felinos e primatas. Ellie acreditava que nunca mais veria o macho no qual tentara ajudar. Ficava se perguntando o que tinha acontecido com ele e se remoendo em culpa.

Mas onze meses depois de toda loucura, dos processos contra Mercile e cada vez mais espécies sendo salvas dos laboratórios secretos, foi dado a eles "Homeland". Um refúgio para todos os Novas Espécies (forma que preferem sem chamados) viverem normalmente.

Voltando a nossa protagonista... Ellie conseguiu um emprego nesse local como orientadora das Novas Fêmeas e estava disposta a dar tudo de si para ajudá-las a se adaptar.

E assim que é convocada a uma reunião, depara-se com o belo macho no qual invadia seus sonhos, mas desta vez com o nome de Fury e carregava puro ódio em seus olhos, disposto a se vingar pelo passado.

O livro é extremamente envolvente, perfeito em todos os sentidos e te deixa desesperado pra saber o que vai acontecer.

Narrado em terceira pessoa e sempre oscila na visão de Ellie e Fury. Às vezes mostra pela visão de terceiros, mas muito raramente. Uma escrita cativante, uma história envolvente e muito romance pra deixar todos doidos com cada vez em que são interrompidos...

Essa série literalmente está nos meus favoritos.

A autora já escreveu 13 livros da série -até o momento-, mas no Brasil só foi lançado o primeiro recentemente e, ao que tudo indica, ainda não tem previsão pra acabar.

Espero que se divirtam lendo e eu estou amando cada livro.
Uma ótima leitura.



CAPA E SINOPSE:


Ellie fica horrorizada ao descobrir que a companhia farmacêutica em que trabalha está fazendo experimentos ilegais. Cientistas da empresa têm fundido DNA humano com DNA animal, criando novas espécies exóticas. Um "experimento" captura o coração dela e ela vai fazer de tudo para salvá-lo, mesmo que ele a odeie por isso. 

Fury nunca conheceu compaixão ou amor. Ele passou sua vida em uma cela, acorrentado e abusado por seres humanos. A única mulher que se permitiu confiar o traiu. Agora ele está livre e fixado em vingança. Ele promete acabar com sua vida, mas quando ela finalmente está em suas mãos, prejudicá-la é a última coisa que ele quer fazer com esta pequena humana. Fury não pode resistir a Ellie - o toque de suas mãos, a boca em sua pele, em volta do seu corpo. Ele está obcecado com o cheiro de sua mulher. E Ellie quer Fury, sempre quis. Ela anseia por seu corpo grande e poderoso e quer curar o seu coração. Mas estar desoladamente apaixonada por Fury é uma coisa...domesticá-lo é outra.

3 comentários:

  1. Nati que resenha mais gostosa.
    Estou lendo a serie IAN e estou amandando, mas devo confessar que vou me apaixonar muito mais por essa série, já estou louca pelo Fury só por ler a resenha.

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Como já citei na outra resenha, eu AMO essa série...
    Fury e vida.
    Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  3. Esse homem ou essa espécie existe? por que está tirando o meu fôlego! C-a-r-a-m-b-a...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.