Header Ads

[Resenha] Mar da tranquilidade | Katja Millay

Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele. A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida. À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer. Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances.

368 páginas || Editora Arqueiro || Katja Millay || Ano: 2014 || Skoob || ♥




Mar da tranquilidade é um livro que te prende do inicio ao fim, um livro intenso, bem escrito, com personagens fortes e uma história incrível.

O livro é narrado em primeira pessoa, através do ponto de vista dos adolescentes Josh e Nastya, gosto desse tipo de narrativa, assim conseguimos compreender o ponto de vista dos personagens principais.

Tanto Josh quanto Nastya passaram por traumas que marcaram sua vida, enquanto Josh desde os seus oito anos de idade viu todos os membros de sua família falecer, ficando cada dia que passava mais sozinho, acabou criando uma barreira, não querendo se aproximar de ninguém por medo da perda.

"Ruídos altos nos impedem de ouvir os baixos, e são os baixos que devemos temer."

Nastya por sua vez era uma garota feliz, sorridente, linda e após passar por uma situação tão violenta a ponto de destruir com sua vida inteira, parou de falar e praticamente parou de viver, isso faz com que Nastya seja muito mais misteriosa que Josh.

"Gosto de nomes e os coleciono: nomes, origens, significados. É fácil fazer uma coleção disso. Não custa nada e quase não ocupa espaço. Gosto de olhar para eles e fingir que significam alguma coisa. Mesmo que não seja o caso, o faz de conta é legal."

A cada capítulo temos uma nova descoberta sobre todo sofrimento dos personagens, muitas vezes eu mesma esquecia que Josh e Nastya eram apenas adolescentes e já haviam passado por uma carga emocional tão grande. Como já comentei o livro é muito intenso, por inúmeras vezes eu quis que os personagens fossem reais para poder abraça-los, tentar ajuda-los, não sei, só queria estar lá com eles.

Nada com esse casal é comum ou clichê, o romance entre eles é paciente, ambos se entendem sem cobranças, sendo a compreensão e confiança as palavras chave desse romance. Eles se respeitam, sabem que existe uma carga emocional do passado, com isso nenhum deles insiste em saber o que aconteceu com o outro, apenas necessitam um do outro e quando estão juntos, eles conseguem esquecer o passado, eles conseguem “viver” felizes e em paz, digamos que eles conseguem encontrar o porto seguro em cada um.

"Eu vivo num mundo sem magia nem milagre. Um lugar onde não há clarividentes nem metamorfos, anjos ou garotos super-humanos para nos salvar. Um lugar onde as pessoas morrem e a música se desintegra e tudo é um saco. O peso da realidade nos meus ombros é tão grande que às vezes me pergunto como ainda consigo erguer os pés para caminhar."

Não posso deixar de citar um personagem secundário no qual tem um papel fundamental na trama, que é o Drew Leighton no inicio achamos que ele será apenas aquele cara bonitão, playboy de uma família rica e muito popular na escola, mas a autora mostra que as aparências enganam, é impossível não se apaixonar pelo Drew também.

"tenho vontade de destruir o asfalto ate não conseguir respirar, ate não ter mais oxigênio no mundo capaz de me impedir de sufocar."

Mar da tranquilidade é um livro que trata alguns preconceitos, amores, problemas, são vários assuntos emocionais e marcantes, o livro inteiro me emocionou, mas ao ler a última linha confesso que fiquei com um nó na garganta, uma vontade imensa de gritar para todo mundo que esse livro é uma leitura obrigatória em qualquer momento da sua vida. O livro foi uma das minhas primeiras leituras de 2015 e com certeza irei reler em breve. 

"As pessoas gostam de dizer que o amor é incondicional, mais isso não é verdade. E mesmo que fosse incondicional, o amor nunca é de graça. Sempre vem acompanhado de uma expectativa. Todo mundo sempre quer algo em troca. Tipo, querem que você seja feliz, ou o que for, e isso nos torna automaticamente responsáveis pela felicidade dos outros, por que eles não serão felizes a menos que você também seja. Você tem que ser quem eles pensam que tem que ser e se sentir do jeito que eles pensam que tem que se sentir, por que eles amam você. E quando você não consegue dar o que eles querem, eles ficam infelizes, e ai você também fica infeliz e todo mundo fica infeliz. Eu só não quero ter essa responsabilidade."

A Editora Arqueiro mais uma vez está de parabéns, a qualidade dos livros da editora é excelente, folhas amarelas, espaçamento, diagramação, páginas, fonte, numeração tudo impecável, e essa capa? Nem tenho o que dizer mais perfeita impossível. 





                                                        Recomendo a leitura! 

Acompanhe o blog 'Em cada página' nas redes sociais:
♥ Facebook | ♥ Twitter | ♥ Instagram ♥ Skoob | ♥ Pinterest ♥ Flickr | ♥ Wattpad

7 comentários:

  1. Amiga, que livro é esse?
    Amo suas dicas literárias, esse é o tipo de livro que vou acabar me emocionando muito!
    Amo demais suas resenhas e seu blog inteiro.
    Com certeza irei comprar, ainda mais que vc disse no face que est'[a com uma ótima promoção,
    bjus

    ResponderExcluir
  2. Amiga, tenho certeza que você vai se emocionar! Mais vale muito a pena...
    O livro é tocante e lindo ao mesmo tempo, aprendi muita coisa com ele.

    Assim que ler me conte.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é perfeito demais!!! Sou apaixonada pelo Josh...

    Adorei a resenha e o blog.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa me apaixonei pelo Josh logo nos primeiros capitulos! Ele é lindo ❤

      Excluir
  4. Adorei sua resenha,,,acho que vc soube abordar detalhes e pontos na resenha que nos instigou ainda mais a conhecer o livro..
    Gosto de historias assim, mesmo que sendo fortes contada de maneira leve..isso faz toda diferença em uma leitura.

    Beijos Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é completamente apaixonante Thais... ❤

      obrigada pela visita.^^

      Excluir
  5. Li várias resenhas desse livro e todo mundo parece ter uma opinião bem parecida, o que me deixa com mais vontade de ler o livro! Estou muito curiosa, parece ser um livro bem envolvente.

    Beijos

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.