Header Ads

Resenha: Eleanor & Park – Rainbow Rowell


Sinopse: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.
328 páginas || Rainbow Rowel || Editora Novo Século 




Existem livros que são tão intensos e profundos que definitivamente não conseguimos colocar em palavras. Confesso que ainda estou com um nó na garganta.  Sou apaixonada por livros de romance, sempre tento sentir algo durante a leitura. Quero me apaixonar junto com os personagens, com Eleanor & Park aconteceu exatamente assim.

“Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um batimento Cardíaco. Como segurar algo completo, e completamente vivo.”



Eleanor & Park é um livro lindo, triste, sincero, delicado, muitas vezes angustiante e com uma pitadinha de doçura...



A história se passa em 1986 (o Ano em que nasci o que já adorei). Eleanor & Park estudam na mesma escola, são praticamente vizinhos, Eleanor é uma menina que adora literatura, é uma boa aluna e não se enquadra no “padrão de beleza” das outras garotas, o que não a incomoda, Eleanor se veste com “roupa de menino” e na maioria das vezes, são largas, veio de uma família humilde e problemática, sofrendo bullying na escola e na própria casa.



Park gosta de músicas e HQs, não é um garoto popular, mas tem um “lugar” na escola, mesmo assim, não se sente muito a vontade. Tem problemas em casa também, porém nada comparados com a de Eleanor. 


Foi no ônibus da escola que Eleanor & Park se conheceram, no inicio não se falavam, muito menos se gostavam. Park começa a levar HQs para ler no ônibus e Eleanor começa a ler por cima dele, quando ele percebe, começa a virar as páginas bem devagar, dando um tempo para que ela já tenha terminado de ler também, Park começa a emprestar revistas e fitas para Eleanor e ela aceita, ambos não trocam uma palavra, apenas gestos e poucos olhares, quando percebem já estão tão envolvidos e tão apaixonados que o momento mais gostoso do dia é quando estão juntos.



Fora as lágrimas, os personagens foram tão reais, que a minha vontade era entrar no livro e conversar com eles, abraçar a Eleanor, ficou um sentimento de “Porque acabou?” Eu quero mais, eu preciso que continue, e esse sentimento me acompanhou por alguns dias, até que entendi que a vida é assim mesmo, o amor que ambos sentem, será eterno, independente do que aconteça. Eleanor & Park é um livro que recomendo para todos. 

“Você salvou a minha vida, ela tentou dizer a ele. Não para sempre, e não de forma completa. Provavelmente apenas temporariamente. Mais você salvou a minha vida, e agora eu sou sua. A versão de mim que existe agora é sua. Para sempre.”


“Só o que eu faço quando estamos separados é pensar em você, e só o que faço quando estamos juntos é entrar em pânico. Porque cada segundo parece ser tão importante.”


“- Não gosto de você, Park – ela confirmou – Eu acho que vivo por você.”


“- Não gosto de você – ele disse – Preciso de você.”




Love, Débora. 


FACEBOOK ❤  INSTAGRAM  TWITTER  SKOOB ❤  FLICKR ❤  PINTEREST  ❤  WATTPAD 

5 comentários:

  1. Débora, adorei a resenha e as fotos (estão lindas, como sempre!) <3
    Quero muuuito ler esse livro e já está na minha lista de compras para Bienal *-* Parece ser muito lindo.
    As quotes que você escolheu são uma gracinha! ameii.

    Beijos
    Mari | http://www.semquerermeintrometer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, tenho certeza que não irá se arrepender, esse livro é muito Lindo.

      Beijos.

      Excluir
  2. Esse é o meu livro preferido de toda minha vida <3
    É de uma sensibilidade sem tamanho.
    Amei amei amei.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é muiiiito fofo....
    Chorei demais e queria continuação, sabe se vai ter?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.