Header Ads

[Resenha] Série Divergente - Veronica Roth


Bom, sei que já postei sobre o livro "Divergente", aliás foi o meu primeiro post, pois na época estava lendo, mas agora terminei a trilogia e resolvi falar sobre os três.

Vou postar a Sinopse de cada um e embaixo um breve comentário.

Título: Divergente
Subtítulo: Uma Escolha pode te transformar
Autor: Veronica Roth
ISBN- 9788579801310
Número de páginas: 504
Editora: Rocco


Sinopse Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em 5 facções: Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível.Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.





Título: Insurgente
Subtítulo: Uma Escolha Pode Te Destruir
Autor: Veronica Roth
ISBN- 9788579801556
Número de páginas: 512
Editora: Rocco

Sinopse Uma escolha poderá destruir tudo!Mais uma inebriante e emocionante história, repleta de reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama e a própria vida enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 




Título: Convergente
Subtítulo: Uma Escolha Vai te Definir
Autor: Veronica Roth
ISBN- 9788579801860
Número de páginas: 528
Editora: Rocco

Sinopse
A obra traz uma versão futurista da cidade estadunidense de Chicago, a sociedade se divide em cinco facções dedicadas ao cultivo de uma virtude - a Abnegação, a Amizade, a Audácia, a Franqueza e a Erudição. Aos dezesseis anos, em uma grande cerimônia de iniciação, os jovens são submetidos a um teste de aptidão e devem escolher a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas. Para Beatrice, a difícil decisão é entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é não -pode ter os dois. Então faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive ela mesma. 







Devorei essa trilogia. Ela é uma leitura eletrizante, envolvente e surpreendente, que te prende do inicio ao fim. Mesmo havendo algumas partes “cansativas”, me fez perder a respiração em vários momentos.

Bom, os dois primeiros livros tem narrativa em primeira pessoa, e a narração é predominantemente da Tris, já no terceiro volume temos também a narrativa de Tobias (Quatro). 

No Primeiro Livro “Divergente” conta-se que a sociedade é divida em cinco facções. Quando os jovens completam 16 anos eles são obrigados a escolher apenas uma e nela passará o resto da vida.

Em “Insurgente” o segundo livro é mais ação, a autora esclarece algumas dúvidas que ficaram. Esse eu li tão rápido, por que realmente me prendeu, e por muitas vezes, tive vontade de “entrar” no livro e “sacudir” a Tris. Ela conseguiu me irritar de uma tal forma que só piorou no terceiro livro. 

Em “Convergente” último livro da Trilogia, eu já tinha a sensação de saber o que seria, mas não como aconteceria, chorei, não acreditei, não achei justo e sim, fiquei com raiva. Porém, depois pensei “Conhecendo a personagem, não poderíamos imaginar outro final, a não ser esse”.

Eu gostei muito da série, recomendo a todos.

Um comentário:

  1. Eu adorei essa trilogia mais o último livro me deixou bastante triste e com raiva da Veronica Roth, porém faz parte, já podiamos imaginar, mesmo assim é a uma das minhas distopias preferidas.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.